Inglesa morre depois de realizar último desejo: dar adeus a seus cavalos

Por BBC - Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Paciente em estado terminal conseguiu que direção do hospital onde estava internada autorizasse a visita dos animais, que puderam ir até o lado de fora do edifício se despedir da dona

BBC

BBC Brasil
Sheila Marsh viria a falecer de câncer, mas antes queria despedir-se de seus cavalos

Sheila Marsh, de 77 anos, estava no estágio final de um câncer e tinha um último desejo: despedir-se de seus dois cavalos.

Isso parecia ser difícil de ser realizado, já que ela estava internada no hospital e não podia sair de lá - o ambiente de um hospital não é o mais adequado para animais.

Leia mais:Mansão em Beverly Hills atinge recorde de preço nos EUA: R$ 499 milhões

Queda pacífica do Muro de Berlim foi um milagre, diz Merkel

No entanto, o Royal Albert Edward Infirmary, em Wigan, no norte de Inglaterra, concedeu uma autorização especial para que os animais pudessem ser levados até o lado de fora do edifício, e Marsh foi levada até seu encontro.

Marsh faleceu pouco depois de dizer adeus aos animais.

"Ela chamou gentilmente por um dos cavalos, e ele foi até ela e abaixou sua cabeça carinhosamente e encostou em seu rosto", disse a enfermeira Gail Taylor.

Marsh trabalhava em uma pista de corrida de cavalos e tinha seus animais da espécie.

"Foi algo muito importante para minha mãe. Ela era uma das pessoas mais batalhadoras que você poderia conhecer e faria qualquer coisa por alguém", disse sua filha, Tina.

Pauline Law, diretora da enfermaria, disse que estar envolvida no episódio foi um privilégio.

"Foi incrível poder dar esse apoio em um momento tão crucial", afirmou.

"É totalmente correto fazer de tudo para que nossos pacientes tenham cuidados personalizados, dignos e com compaixão. Sempre buscaremos fazer isso."

Leia tudo sobre: cavalossheila marshúltimo desejomorte

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas