Coluna de 32 tanques, 16 sistemas de artilharia e caminhões com munição e combatentes cruzou a fronteira rumo ao leste

Reuters

Uma coluna de 32 tanques, 16 sistemas de artilharia e caminhões carregando munição e combatentes cruzou a fronteira da Rússia para o leste da Ucrânia, disseram as Forças Armadas de Kiev nesta sexta-feira (7).

Sábado: Chanceler russo e secretário de Estado americano se reunirão na China

Homens vestidos com uniformes históricos participam de desfile militar na Praça Vermelha Moscou, Rússia
Reuters
Homens vestidos com uniformes históricos participam de desfile militar na Praça Vermelha Moscou, Rússia


Dia 5: Áreas controladas por rebeldes não terão dinheiro de Kiev, diz premiê

"O deslocamento continua o envio de equipamento militar e mercenários russos para as linhas de frente", disse o porta-voz Andriy Lysenko em declaração transmitida pela TV, referindo-se à incursão ocorrido na quinta-feira.

Os relatos de uma nova movimentação de blindados na fronteira acontecem depois que rebeldes pró-Rússia no leste da Ucrânia acusaram forças do governo de Kiev, na quinta-feira, de terem lançado uma nova ofensiva - o que foi negado de imediato por Kiev.

Casos esporádicos de violência continuam a ocorrer na região apesar de uma trégua acertada em 5 de setembro para encerrar o conflito, que já deixou mais de 4.000 mortos.

Nesta semana, no entanto, o cessar-fogo pareceu ficar particularmente frágil, com separatistas e o governo central trocando acusações de violações depois que líderes separatistas realizaram eleições nas autoproclamadas "repúblicas populares" do leste no domingo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.