Imigrantes morrem em naufrágio no Mar Negro

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Equipes de resgate retiraram 24 corpos do mar e resgataram sete pessoas na entrada do estreito do Bósforo, em Istambul

Reuters

Equipes de resgate retiraram 24 corpos do mar e resgataram sete pessoas na entrada do estreito do Bósforo, em Istambul, nesta segunda-feira, após o naufrágio de um barco com um grupo de imigrantes, informou a Guarda Costeira turca.

Sete embarcações e um helicóptero realizavam operações de busca. Relatos da imprensa davam conta que 40 imigrantes ilegais, incluindo crianças, poderiam estar no barco.

O gabinete do governador disse que a Guarda Costeira foi alertada após o barco ter afundado na costa do Mar Negro, na extremidade norte do Bósforo.

“Eles tinham coletes salva-vidas. Mas havia corpos em todo lugar. Bebês, crianças... nós retiramos de 15 a 20 corpos”, disse o pescador Kadir Sert, segundo o site de notícias Hurriyet.

O governo não disse quantas pessoas estavam no barco, e oficiais da Guarda Costeira não estavam disponíveis para comentários.

Agentes de navegação disseram em comunicado que o barco tinha como destino o porto romeno de Constanta quando afundou às 5h (horário local), e estimaram que 50 pessoas estavam a bordo.

Muitos imigrantes ilegais da África e do Oriente Médio passam pela Turquia para chegar à União Europeia, frequentemente viajando em barcos que oferecem pouca segurança.

O estreito de Bósforo é um dos canais mais movimentados do mundo, uma rota vital para o petróleo russo e outras commodities, como única saída do Mar Negro para os oceanos globais.

O estreito faz bifurcação em Istambul, uma cidade de cerca de 15 milhões de pessoas. O mau tempo frequentemente força seu fechamento no inverno.

Leia tudo sobre: Istambulimigrantesnaufrágiobósforo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas