China aprova lei de contraespionagem

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Autoridades poderão fechar e apreender qualquer propriedade ligada a atividades consideradas danosas ao país

Reuters

A China aprovou neste sábado (1º) uma lei de contraespionagem com o objetivo de apertar a segurança estatal e ajudar a construir um sistema de segurança amplo, noticiou a imprensa estatal.

AP
Carros em via expressa de Pequim, na China

A lei permitirá que autoridades fechem ou apreendam qualquer propriedade ligada a atividades consideradas danosas ao país, informou a agência de notícias Xinhua.

Autoridades também podem pedir que organizações ou indivíduos parem ou modifiquem qualquer comportamento considerado danoso aos interesses chineses, segundo a Xinhua. Recusas dariam às agências o direito de confiscar propriedades.

Leia também: Por que a Rússia e a China apoiam a Síria?

Possessão de equipamento de espionagem, como definido pelo departamento de segurnaça do país, também passou a ser ilegal, informou a agência. A Xinhua não deu mais detalhes.

Leia tudo sobre: MUNDOCHINACONTRAESPIONAGEM

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas