Papa diz que evolucionismo e Big Bang não contradizem papel de Deus

Por Reuters | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ainda na década de 1950, o então Papa, Pio 12, havia descrito a abordagem científica como válida para explicar o Universo

Reuters

Teorias científicas como o Big Bang, a grande explosão teria dado origem ao Universo 13,7 bilhões de anos atrás, e a ideia de que a vida se desenvolveu através de um processo evolutivo não entram em conflito com o ensinamento católico, disse o Papa Francisco, nesta terça-feira (28).

Veja as fotos mais marcantes da visita do Papa ao Brasil, no ano passado:

Papa Francisco desembarca no Rio de Janeiro. Foto: Associated PressA presidente Dilma Rousseff recebe o papa Francisco, que chega ao Rio de Janeiro para participar da Jornada Mundial da Juventude . Foto: Associated PressFreiras tiram foto do papa Francisco durante uma de suas passagens pelos fiéis no Rio de Janeiro. Foto: ReutersFiel católica reza o terço enquanto aguarda passagem do papa no Rio de Janeiro. Foto: ReutersFiel levanta imagem de Nossa Senhora de Nazaré durante passagem do papamóvel por Copacabana. Foto: ReutersFrancisco anda atrás de uma estátua do Papa João Paulo 2º, depois de uma missa na Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro na sexta-feira (27). Foto: Reuters/Ricardo MoraesAcampamento de fiéis católicos na areia da praia de Copacabana. Foto: Reuters/Sergio MoraesHomem fantasiado de Jesus acompanha missa do papa Francisco no Rio de Janeiro. Foto: ReutersOs povos indígenas da Amazônia tiram foto do papa durante uma reunião no Teatro Municipal do Rio de Janeiro, 27 de julho de 2013.. Foto: Reuters/Stefano RellandiniMulher vestida como uma freira participa de um protesto contra a política da Igreja Católica sobre contracepção. Foto: REUTERS/Lucas LandauPapa abraça brasileiro Cardeal Raymundo Damasceno após receber a estátua da Virgem de Aparecida no interior da Basílica Nacional. Foto: AP Photo/Luca Zennaro, PoolPapa aponta para a estátua de Nossa Senhora de Aparecida aos peregrinos e fiéis a partir da varanda da Basílica de Aparecida, na quarta-feira, 24. Foto: AP Photo/Domenico StinellisPeregrinos carregando bandeiras da França e da Dinamarca a pé da praia de Copacabana, com o Pão de Açúcar ao fundo. Foto: AP Photo/Andre PennerPeregrinos aproveitam o nascer do sol na praia de Copacabana antes da missa de encerramento da JMJ. Foto: Reuters/Sergio MoraesCatólicas caminham na praia depois que o papa celebrou sua massa final na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, no dia 28 de julho de 2013.. Foto: REUTERS/Paulo WhitakerFiel católico se protege do sol após a missa final da JMJ com o papa Francisco no dia 28 de julho . Foto: REUTERS/Ueslei MarcelinFiéis católicos e freiras posam para fotografias depois da massa final da JMJ na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro.. Foto: Reuters/Sergio MoraesFrancisco visita Copacabana, na Cidade do Rio de Janeiro (RJ), na manhã de domingo (28). Foto: Marcello Dias / Futura ImprensaMembros do clero ouvem o papa Francisco durante missa na Basílica de Aparecida, interior de São Paulo, na quarta-feira, 24.. Foto: AP Photo/Felipe DanaUm padre da Argentina joga futebol na praia de Copacabana, antes da Via Crucis do dia 26 de julho de 2013.. Foto: Reuters/Sergio MoraesPapa Francisco no Santuário de Aparecida, no interior de São Paulo.. Foto: APMultidão em frente ao Santuário de Aparecida, no interior de São Paulo.. Foto: Futura PressManifestantes queimaram veículo da TV Record durante protesto no dai 26 de julho . Foto: REUTERS/Victor MoriyamaPreparativos para a missa que o papa vai rezar em Aparecida, nesta quarta-feira. Foto: ReutersPapa beija a réplica da imagem de Nossa Senhora Aparecida. Foto: Futura PressQuarto do papa em Aparecida. Foto: Wanderley Preite Sobrinho/iGMulher rezava enquanto aguardava a chegada do papa para a basílica de Aparecida, em São Paulo, na quarta-feira . Foto: AP Photo/Luca Zennaro, PoolPapa cumprimenta a multidão enquanto um ponto vermelho é projetado em sua testa, depois de dar uma missa na Catedral na sexta, 27. Foto: REUTERS/Paulo WhitakerEquipe de resgate ajudam a fiel que desmaiou enquanto o papa celebrava sua massa final na Praia de Copacabana, no Rio . Foto: Reuters/Sergio MoraesParte de uma área de favela da zona norte do Rio conhecida por ser perigosa. . Foto: AP Photo/L'Osservatore RomanoNesta foto, fornecida pelo jornal do Vaticano L'Osservatore Romano, o papa se encontra com moradores da comunidade de Varginha, no Rio de Janeiro. Foto: Jornal do VaticanoPoças de água da chuva cancelaram a missa programada para encerramento no domingo, em Guaratiba. Foto: AP Photo/Nicolas TannerVento levanta a roupa do papa Francisco durante homilia em missa do sábado, 27 de julho. Foto: ReutersNavio brasileiro ao longo da linha da costa ao fundo; peregrinos esperavam a chegada do papa para a apresetanção das Estações da Cruz. Foto: AP Photo/Enric MartiMulher assiste a uma das estações da via crucis na Praia de Copacabana, no Rio, sexta-feira, 26.. Foto: AP Photo/Andre PennerPapa se encontra com crianças durante visita a representantes da sociedade civil no Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Foto: REUTERS/Carlo Wrede-Agencia O DiaManifestante segura um desenho feito com o rosário na praia de Copacabana, onde o papa Francisco celebrou a missa na sexta-feira 27 de julho. Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino Fiéis católicos se aquecer ao nascer do sol na praia de Copacabana enquanto eles esperam para a missa de domingo como papa Francisco. Foto: Reuters/Pilar OlivaresFrancisco é visto nas telas de vídeo, ele acena para os peregrinos no final da missa, no Rio de Janeiro, 28 de julho de 2013.. Foto: Reuters/Stefano RellandiniAtor faz o papel de Jesus Cristo durante as estações da via crucis, na Praia de Copacabana, na sexta-feira (26). Foto: AP Photo/Domenico StinellisPapa Francisco chega ao palco para acompanhar os peregrinos antes de uma noite de vigília na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, no sábado (27). Foto: AP Photo/Luca Zennaro, PoolFrancisco chega ao palco para acompanhar os peregrinos antes de uma vigília noturna na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. Foto: AP Photo/Luca ZennaroPapa Francisco senta no palco durante uma reunião no Teatro Municipal do Rio. Foto: AP Photo/Domenico StinellisUma coroa de espinhos pende da cruz durante a Jornada Mundial da Juventude em encenação da via crucis, na sexta (26). Foto: AP Photo/Luca Zennaro, PoolManifestantes protestam perto da área reservada à JMJ, na Praia de Copacabana, Rio de Janeiro. Foto: AP Photo/Victor R. CaivanoPolicial usa arma de choque contra manifestante anti-governo longe dos jornalistas que cobrem a Jornada Mundial da Juventude. Foto: AP Photo/Victor R. CaivanoMulher segura um rosário contra Marcha das Vadias, realizada em favor do direito ao aborto . Foto: AP Photo / Silvia IzquierdoFreira reage com a força da maré na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. Foto: AP Photo/Victor R. Caivano)Presidente Dilma Rousseff acena no último dia do papa Francisco no Brasil.. Foto: ASSOCIATED PRESSAPMultidão em frente ao Santuário de Aparecida,na cidade de Aparecida (SP), onde o papa está celebrando uma missa.. Foto: Futura PressA praia atrás do papamóvel; Francisco acena para jornalistas em seu trajeto para celebrar a última missa no Rio de Janeiro. Foto: AP Photo/Enric MartiPeregrinos tiram fotos enquanto esperam pela chegada papa francisco na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, domingo, 28 de julho. Foto: AP Photo/Jorge SaenzJovens rezam durante cerimônia em Copacabana. Foto: APFreiras e peregrinos brincam na praia de Copacabana durante a Missa do Envio, no Rio . Foto: APVolta do sol levou fiéis, padres e freiras para a praia de Copacabana, nesta sexta-feira (26). Foto: ReutersVolta do sol levou fiéis, padres e freiras para a praia de Copacabana, nesta sexta-feira (26). Foto: ReutersVolta do sol levou fiéis, padres e freiras para a praia de Copacabana, nesta sexta-feira (26). Foto: ReutersO sol atrapalhou os presidentes do Brasil, Argentina e Bolívia durante a missa de encerramento da JMJ, neste domingo. Foto: ReutersPapa Francisco celebra Missa de Envio na orla de Copacabana, no Rio de Janeiro. Foto: APA bandeira polonesa que leva o nome de Cracóvia, a cidade anfitriã para o Dia Mundial da Juventude 2016, acenou durante a missa de encerramento da JMJ no Rio de Janeiro. Foto: AP Photo/Domenico StinelliPeregrinos esperam abertura dos portões para assistir a missa do papa Francisco em Aparecida. Foto: Associated PressVolta do sol levou fiéis, padres e freiras para a praia de Copacabana, nesta sexta-feira (26). Foto: ReutersPapa Francisco celebra a Missa de Envio na orla de Copacabana, no Rio de Janeiro, em seu último dia no Brasil. Foto: APPapa Francisco celebra a Missa de Envio na orla de Copacabana, no Rio de Janeiro, em seu último dia no Brasil. Foto: APPapa Francisco celebra Missa de Envio na orla de Copacabana, no Rio de Janeiro. Foto: APCachorro chama a atenção ao invadir o palco da celebração da missa. Foto: APFiéis acompanham vigília do papa Francisco nas areias de Copacabana. Foto: Vivian FernandezFiéis aguardam chegada do papa Francisco em Aparecida. Foto: APCerimônia emocionou muitos fiéis que estiveram em Copacabana, neste sábado (27). Foto: ReutersPapa cumprimenta bispos no palco da JMJ, em Copacabana. Foto: APPapa durante apresentação na vigília, em Copacabana. Foto: ReutersPapa chega ao palco principal da JMJ, neste sábado, na praia de Copacabana. Foto: ReutersAo lado da Jornada Mundial da Juventude, Marcha das Vadias acontece no Posto 5 da Praia de Copacabana, no Rio, neste sábado, em protesto contra o controle às mulheres. Foto: AP Photo/Silvia IzquierdoAo lado da Jornada Mundial da Juventude, Marcha das Vadias acontece no Posto 5 da Praia de Copacabana, no Rio, neste sábado, em protesto contra o controle às mulheres. Foto: Alessandro Buzas/Futura PressFreira aguarda sentada na calçada pela chegada do papa Francisco no centro do Rio. Foto: Futura PressAo lado da Jornada Mundial da Juventude, Marcha das Vadias acontece no Posto 5 da Praia de Copacabana, no Rio, neste sábado, em protesto contra o controle às mulheres. Foto: Alessandro Buzas/Futura PressPapa Francisco recebendo um cocar de presente de um representante indígena durante encontro com autoridades religiosas no Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Foto: APPeregrinos acampados na areia de Copacabana. Foto: ReutersPeregrinos se emocionam com o papa Francisco em Copacabana, mas enfrentam problemas. Foto: Vivian FernandezEncenação da Via Sacra, nesta sexta-feira (26), no Rio de Janeiro. Foto: APEncenação da Via Sacra, nesta sexta-feira (26), no Rio de Janeiro. Foto: APO ex-jogador de basquete Oscar Schmidt recebe bênção de papa Francisco. Foto: Reprodução/TV GloboCriança chora após receber benção de Francisco. Foto: Futura PressEncenação da Via Sacra, na sexta-feira (26), no Rio de Janeiro. Foto: APEncenação da Via Sacra, na sexta-feira (26), no Rio de Janeiro. Foto: APFesta de Acolhida do papa Francisco na quinta-feira (25), praia de Copacabana. Foto: Vivian FernandezMoradores de Manguinhos esperam a chegada do papa na comunidade. Foto: Associated PressO Papa Francisco recebe as chaves da cidade do Rio de Janeiro. Foto: Roberto Vazquez/Futura PressPapa abraça um dos ex-dependentes que deram seus testemunhos durante evento no hospital, nesta quarta-feira. Foto: Roberto Vazquez/Futura PressPapa Francisco visitou na quarta-feira (24) o Hospital São Francisco de Assis, na Tijuca, Rio de Janeiro. Foto: RICARDO MORAES/REUTERS/NewscomCerca de 1.500 convidados puderam acompanhar a visita do papa, mas muitos fiéis ficaram na porta do hospital. Foto: AP Photo/Silvia IzquierdoJoaquim Barbosa cumprimenta Francisco em cerimônia no Palácio do Guanabara, no Rio. Foto: STF / DivulgaçãoPapa Francisco beija criança em visita a Aparecida. Foto: Marcos Bezerra/Futura PressManifestante tira a roupa em protesto no Rio. Foto: Uanderson Fernandes / Agência O DiaMultidão espera a chegada do papa Francisco nas ruas do Rio. Foto: Dhavid Normando/FuturapressFreiras passam ao lado de banheiros químicos após celebração da última missa do papa Francisco no Brasil no domingo (28) . Foto: Reuters/Pilar OlivaresFreiras passam por um transbordamento de lixo depois que o papa Francisco celebrou sua missa final na Praia de Copacabana, no Rio de Janeiro, 28 de julho de 2013. Foto: Reuters/Pilar OlivaresVendedor ambulante vende uma toalha de praia com uma imagem do Cristo Redentor, depois da missa de encerramento da Jornada Mundial da Juventude. Foto: AP Photo/Victor R. CaivanoPapa Francisco na janela do avião que o levou de volta para Roma. Foto: AP"Já começo a sentir saudades", disse papa pouco antes de embarcar em avião e seguir para Roma. Foto: AP

Discursando em um encontro da Pontifícia Academia de Ciências, um organismo independente sediado no Vaticano e financiado em grande parte pela Santa Sé, Francisco afirmou que as explicações científicas para o mundo não excluem o papel de Deus na criação.

"O início do mundo não é trabalho do caos, que deve sua origem a outra coisa, mas deriva diretamente de um princípio supremo que cria a partir do amor", declarou. "O Big Bang, que hoje é considerado como a origem do mundo, não contradiz a intervenção criativa de Deus. Pelo contrário, ele a requer", argumentou.

Para o Papa, a explicação para isso é que, para os seres evoluírem, foi necessária a criação deles em algum ponto. Daí a ideia de que Deus teria tido seu papel no processo de desenvolvimento da Terra. "A evolução requer a criação de seres que evoluem", resumiu.

No passado, a Igreja se opôs às primeiras explicações científicas do Universo, que contradiziam o relato da criação na Bíblia, condenando o astrônomo Galileu Galilei, do século XVII, por ter demonstrado que a Terra girava em torno do sol.

Entretanto, a Igreja tem buscado descartar sua imagem de inimiga da ciência – e os comentários de Francisco ecoaram declarações de seus antecessores.

O papa Pio 12 descreveu a evolução como uma abordagem científica válida para o desenvolvimento dos humanos, nos década de 1950, e João Paulo 2º reiterou a posição, em 1996.

Em 2011, no entanto, Papa Bento 16 disse que as teorias científicas da origem e do desenvolvimento do Universo e dos humanos, embora não entrassem em conflito com a fé, deixavam muitas perguntas sem respostas.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas