Garoto de 11 anos mata raro veado albino nos EUA e desperta ira de internautas

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Gavin Dingman acertou o animal enquanto caçava com o pai, Mick Dingman; foto da criança com o animal provocou revolta

Um caçador de 11 anos teve a duvidosa honra de matar um veado albino extremamente raro na semana passada e despertou a ira de internautas em todo o mundo. As informações são Daily News.

Abril: Jovem da Mongólia pode ser a única menina a caçar com águia-dourada

Reprodução/Youtube
Imagem postada no Facebook mostra grupo após matar o animal


Enquanto parece absurdo o fato de uma criança poder caçar, ainda mais com uma arma, é ainda mais improvável que ela possa matar um veado albino de beleza indescritível. Segundo o EUA Today, apenas um em cada 20 mil veados nascem albino. Alguns biólogos afirmam que apenas um em cada 100 mil veados são albinos.

Esta não é a primeira vez que os Dingmans avistam um veado albino. Eles viram os majestosos animais brancos várias vezes nos últimos dois anos e têm fotografado a criatura desde então.

O atirador, Gavin Dingman, de Michigan, acertou o animal a partir de cerca de 30 metros de distância enquanto caçava com o pai, Mick Dingman, segundo a imprensa local.

"Ele meio que se sente como uma estrela agora. Todo mundo está chamando, todos os programas sobre caça e revistas", disse Mick Dingman ao Livingston Daily.

O pai disse que muitas pessoas de seu bairro queriam matar o veado - mas seu filho o acertou.

"Meu pai disse algo do tipo 'Respire fundo. Tem certeza de que pode atirar? Se você não estiver 100% pronto, nós não queremos prejudicá-lo'", disse o rapaz ao jornal.

Uma TV de Michigan compartilhou uma foto do jovem caçador orgulhoso ajoelhado ao lado da carcaça do animal em sua página no Facebook. O porta-voz do veículo disse que o moderador da rede social do programa teve que apagar mais de 100 comentários irritados com a imagem.

"Mantenha os comentários negativos para si mesmo ou o risco de ser banido permanentemente de nossa página", escreveram eles.

Um dos críticos à caçada descreveu o grupo como "frustrados e perdedores hipócritas" que se sentem ameaçados.

"Não", uma mulher respondeu: "Estamos tristes que um adulto tenha incentivado uma criança a retirar uma criatura tão bonita do mundo."

O que é um troféu para o garoto seria uma contravenção em outros estados americanos. Em Illinois, Iowa, áreas de Montana, Tennessee e Wisconsin, é ilegal matar veados albinos. Michigan também havia proibido a caça até 2008.

Um grupo de conservação, composta por caçadores e não caçadores da mesma forma, disse que as antigas penalidades para esse tipo de contravenção seriam multas de US$ 200 mil dólares e perda de privilégios de caça por três anos.

"Esses animais devem permanecer vivos e em seu habitat natural para que todos possam desfrutar de sua beleza", disse o grupo em seu site.

Os veados albinos têm deficiência visual e são pálidos, características que os tornam mais propensos a serem pegos por outros predadores na natureza - e também da civilização.

Leia tudo sobre: veado albinoeuagavinmichegandingmans

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas