Trégua foi acertada após negociações que incluíram Camarões e prevêm fim do cativeiro das mais de 200 jovens sequestradas

BBC

As Forças Armadas na Nigéria anunciaram ter fechado um acordo de cessar-fogo com o grupo extremista Islâmico Boko Haram, num acordo que prevê a libertação das 200 jovens sequestradas pelo grupo em abril.

Setembro: Encontrada uma das 200 meninas sequestradas na Nigéria

Adolescentes nigerianas foram sequestradas há seis meses
Reuters
Adolescentes nigerianas foram sequestradas há seis meses


Ataque: Boko Haram ataca cidade nigeriana perto da fronteira com Camarões

A trégua foi acertada depois de uma série de negociações das quais também participaram autoridades de Camarões, revelou o chefe do gabinete de Defesa do governo nigeriano, Alex Badeh.

Um correspondente da BBC na Nigéria informou que, todas as vezes que o governo havia dito que negociava com os militantes, eles divulgaram um comunicado negando que tais conversas estivessem em curso. Nos últimos meses, o Boko Haram tomou o controle de várias cidades no norte nigeriano.

Sequestro

Seus integrantes e seus afiliados jihadistas de um grupo chamado Ansaru têm sequestrado, exigido resgate e às vezes assassinado reféns ocidentais.

Agosto: Boko Haram sequestra dezenas de garotos no nordeste da Nigéria

Em 2011, eles explodiram a sede regional da ONU em Abuja (capital da Nigéria) com um carro-bomba, usando técnicas que teriam sido aprendidas com a Al-Qaeda.

Em abril passado, o grupo capturou 200 estudantes na remota aldeia de Chibok, perto da fronteira com Camarões, no norte da Nigéria.

Nigéria: Mais de 60 sequestradas escapam do Boko Haram

O sequestrou gerou comoção mundial e motivou uma campanha na internet pelo resgate das meninas por meio da hashtag #BringBackOurGirls ("Tragam de volta nossas meninas", em tradução livre), incluindo um apelo da primeira-dama dos Estados Unidos, Michelle Obama.

Pouco depois de elas desaparecerem, o Boko Haram divulgou um vídeo na internet mostrando mais de cem das reféns e reivindicando a libertação de membros do grupo que haviam sido presos.

Testemunha: Boko Haram sequestra mais 60 mulheres na Nigéria

Na ocasião, não foi possível checar de forma independente se as adolescentes haviam sido agredidas ou se permaneciam vivas.

O Boko Haram tenta criar um Estado islâmico em território nigeriano e defende uma agenda anti-cristã e anti-Ocidente. Seu nome é uma abreviatura de seu título completo, que significa "educação ocidental é pecaminosa".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.