Ordem foi repassada diretamente ao ministro da Defesa, Sergei Shoigu

Agência Brasil

O presidente russo, Vladimir Putin, ordenou hoje (12) a retirada das tropas russas da fronteira com a Ucrânia. Segundo o Kremlin, a ordem foi repassada diretamente ao ministro da Defesa, Sergei Shoigu, antecipando uma rodada de diálogos sobre o cessar-fogo no Leste do país.

Cerca de 17,6 mil soldados russos participam das operações militares na região de Rostov, na fronteira entre a Rússia e a ex-República Soviética. De acordo com o anúncio, Putin “instruiu” o ministro a mandar as tropas regressarem às suas bases permanentes.

Mais:  Líder de Hong Kong promete que irá permanecer no cargo, em resposta a protestos

Putin deve se reunir com o presidente ucraniano, Petro Poroshenko, na sexta-feira (17), em Milão, na Itália. O encontro também deverá contar com a presença da chanceler alemã Angela Merkel e dos primeiros-ministros da Itália, Matteo Renzi, e do Reino Unido, David Cameron.

Porochenko demitiu hoje o ministro da Defesa, Valéri Gueleteï, e nomeará um sucessor nesta segunda-feira (13), anunciou a Presidência ucraniana em comunicado publicado no site oficial.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.