Eleições na Bolívia têm baixa abstenção e poucos incidentes

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Votação corre dentro da normalidade, segundo corte eleitoral

Agência Brasil

A presidente do Tribunal Supremo Eleitoral (TSE) da Bolívia, Wilma Velasco, informou hoje (12), em La Paz, que as eleições deste domingo transcorrem normalmente em todo o país. Ao fazer um primeiro balanço do pleito, ela destacou o elevado índice de comparecimento às urnas.

Reuters
Mulher vota em uma escola da capital La Paz

"Com exceção de um caso registrado em La Paz, não houve nenhum problema. Foi tudo normal”, disse a presidenta do TSE em entrevista coletiva.

O coordenador da União de Nações Sul -Americanas (Unasul), Alejandro Tulio, também declarou que, até o momento em que falou à imprensa, no meio da tarde, nenhum incidente capaz de alterar o desenvolvimento das eleições havia sido registrado.

Leia mais: Por que as eleições na Bolívia interessam ao Brasil?

“Não houve informes de incidentes. Pelo menos em lugares onde os observadores da Unasul e outras missões estiveram. Nenhum integrante de qualquer outra missão me relatou ter conhecimento de algo que possa alterar o rumo desta jornada eleitoral”, disse Tulio.

Sessenta observadores integram o grupo da Unasul. Vinte e oito deles se encontram em território boliviano e 32 na Argentina, Colômbia, no Equador, Paraguai e Peru. Pouco mais de 6 milhões de bolivianos estão aptos a votar.

Leia tudo sobre: eleiçõesBolíviaEvo Morales

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas