Secretário-geral da ONU tentará o diálogo com as facções que lutam pelo controle do país

Reuters

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, chegou à capital da Líbia, Trípoli, no sábado para conversar com as facções que lutam pelo controle do país, na visita de mais alto nível de uma autoridade estrangeiro em três meses.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon,, chegou a Trípoli neste sábado
Leda Balbino/ iG São Paulo
O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon,, chegou a Trípoli neste sábado

O país produtor de petróleo está lutando com dois governos e dois parlamentos desde um grupo armado da cidade ocidental de Misrata tomou a capital, em agosto, e criou o seu próprio gabinete e forçou o governo reconhecido internacionalmente a se deslocar para o leste.

Leia mais:  Estudantes passam a noite acampados em Hong Kong para reviver protestos

O secretário-geral "vai exortar as partes a avançar com o diálogo político para restaurar a estabilidade no país", disse a ONU em um tuíte.

Potências ocidentais e vizinhos da Líbia temem que o país do norte da África se torne um Estado falido, com os ex-rebeldes que ajudaram a derrubar Muammar Gaddafi em 2011 agora lutando pelo controle e uma parte das vastas reservas de petróleo.

Ban Ki-moon vai encontrar o vice-presidente da Câmara dos Deputados e outros legisladores do parlamento eleito, que se mudou para a cidade oriental de Tobruk, bem como os membros da assembleia de Misrata que têm boicotado as sessões.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.