Coreias trocam tiros de metralhadora na fronteira

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Os militares da Coreia do Sul responderam ao fogo depois de ouvir o som de metralhadoras do Norte, disse um funcionário

Reuters

A Coreia do Norte disparou com metralhadora contra a Coreia do Sul nesta sexta-feira, levando as forças sul-coreanas a retaliar, disse o Ministério da Defesa da Coreia do Sul, três dias depois de os dois países terem trocado tiros em uma fronteira marítima em disputa.

De acordo com um alto funcionário do ministério, os tiros foram disparados contra a cidade fronteiriça de Yeoncheon, mas ele acrescentou que ninguém ficou ferido. Ativistas sul-coreanos tinham lançado, de Yeoncheon, para o outro lado da fronteira panfletos com críticas ao regime norte-coreano.

Os militares da Coreia do Sul responderam ao fogo depois de ouvir o som de metralhadoras do Norte, disse o funcionário.

A Coreia do Norte divulgou na quinta-feira um comunicado dizendo que se a Coreia do Sul permitir que continuem a lançar panfletos para o seu território, isso iria prejudicar as relações intercoreanas, dias depois de uma delegação de alto nível do Norte ter visitado o Sul e concordado em retomar o diálogo.

"Esta é a primeira vez que a Coreia do Norte realmente adota uma medida contra os panfletos. Isso jogou água fria sobre a relação Sul-Norte, após a visita da delegação de alto nível do Norte. Vai prejudicar as relações de novo", disse Yang Moo-jin, professor da Universidade de Estudos Norte-Coreanos.

Leia tudo sobre: Coreia do SulCoreia do Nortetirosfronteira

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas