ONU recomenda a libertação do opositor Leopoldo López na Venezuela

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Organização questiona o fato de o líder estar isolado em prisão militar e de seus advogados terem dificuldade de falar com ele

Agência Brasil

O Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU) recomendou à Venezuela a "libertação imediata" do dirigente da oposição Leopoldo López, detido há mais de sete meses em meio às manifestações contrárias ao presidente Nicolás Maduro.

Ontem: Confrontos entre civis e a polícia deixam cinco mortos na Venezuela

AP
Partidários de Leopoldo López mostram banner com foto dele e a frase: 'Um sentimento nacional, Chacao está com você' durante manifestação em Caracas, Venezuela (26/09)


Setembro: Oposição na Venezuela pede retomada do diálogo com governo à Unasul

"A detenção do senhor Leopoldo López constitui uma detenção arbitrária" e por isso se recomenda a imediata libertação com "indenização" associada a uma "declaração pública de desagravo a seu favor", diz o organismo.

O texto do documento foi divulgado nesta quinta-feira (9) em Caracas pela oposição venezuelana. A ONU questiona o fato de o opositor estar isolado em uma prisão militar e de seus advogados enfrentarem dificuldades para se comunicar com ele.

Caracas: Presidente da Venezuela reformula governo e substitui ministro do Petróleo

Leopoldo López, 42, é líder do Vontade Popular, um partido venezuelano de centro esquerda. No dia 18 de fevereiro, ele se entregou voluntariamente às autoridades, que o acusam de "instigação pública, associação para cometer delito, danos à propriedade e incêndio".

Os delitos teriam sido praticados em manifestações convocadas por Leopoldo López, em fevereiro, que terminaram em atos de violência. Se condenado, o dirigente partidário pode pegar pena superior a 13 anos de prisão. O seu julgamento já foi adiado em várias ocasiões.

Leia tudo sobre: venezuelaprotestos na venezuelalopezcaracasonu

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas