Papa aceita renúncia de bispo britânico após suposto romance com mulher casada

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Kieran Conry era bispo da diocese de Arundel e Brighton, uma das maiores da Inglaterra e se desculpou por quebrar os votos

Reuters

O papa Francisco aceitou a renúncia de um importante bispo britânico da Igreja Católica, que reconheceu que quebrou seus votos e que foi apontado como protagonista de um caso amoroso com uma mulher casada, disse o Vaticano neste sábado (4).

AP
Papa Francisco

O bispo Kieran Conry da diocese de Arundel e Brighton, uma das maiores da Inglaterra, disse em comunicado publicado no site da diocese na semana passada que por anos ele foi "infiel às promessas como padre da Igreja Católica" e decidiu oferecer sua renúncia.

Ele pediu desculpas pela "vergonha que trouxe à diocese e à Igreja", mas afirmou que suas ações não eram ilegais e não envolviam menores.

Tanto o comunicado de Conry como o do Vaticano não dão detalhes sobre como o bispo de 63 anos quebrou seus votos, mas a imprensa britânica afirmou que ele teve um longo romance com uma mulher casada 20 anos mais nova.

Os padres da Igreja Católica são obrigados ao celibato. Bispos normalmente se aposentam aos 75 aos, mas as leis da Igreja preveem que eles precisam deixar o posto mais cedo caso suas ações levem vergonha à Igreja.

Leia tudo sobre: Kieran Conrybispopapa franciscoigreja católica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas