Baby Doc, como era conhecido no País, foi tirado do poder, em 1986, após uma revolta popular; ele foi acusado por corrupção, roubo e por crimes contra a humanidade

Reuters

Ex-presidente do Haiti, Jean Claude Duvalier, em foto tirada em 2013
AP
Ex-presidente do Haiti, Jean Claude Duvalier, em foto tirada em 2013

O ex-ditador do Haiti Jean-Claude "Baby Doc" Duvalier morreu de ataque cardíaco aos 63 anos neste sábado, de acordo com seu advogado Reynold Georges.

Depois de ter herdado o poder de seu pai quando tinha 19 anos em 1971, Duvalier voou para o exílio em 1986 após uma revolta popular.

Leia também: 
Haiti foi recolonizado pelas forças de paz, defende haitiano em tese na Unicamp

Com 25 anos de exílio na França, Duvalier retornou ao pobre país caribenho em janeiro de 2011 e foi brevemente preso por acusações de corrupção, roubo e apropriação indevida de fundos.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.