Assassinato foi cuidadosamente planejado, diz ministro da Venezuela sobre Serra

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Robert Serra, de 27 anos, e a mulher foram mortos a facadas na casa do casal em Caracas; velório foi realizado na quinta-feira

O assassinato de um jovem político em ascensão foi cuidadosamente planejado, disse funcionário do governo da Venezuela.

Ontem: Deputado governista é encontrado morto na capital da Venezuela

AP
Apoiadores carregam caixão do deputado Robert Serra na Assembleia Nacional para velório público em Caracas, Venezuela (2/10)


Moradia: Venezuela prevê habitação social para 75 mil famílias até o Natal

Com 27 anos, o legislador Robert Serra, advogado por formação, foi eleito para o Congresso em 2010 como membro do Partido Socialista Unido de Venezuela (PSUV) após ser lançado a fama nacional por mobilizar jovens para combater uma onda de protestos estudantis contra o governo em 2007.

Vizinhos descobriram o corpo do político e o de sua mulher, Maria Herrera, na casa deles no bairro de classe operária La Pastora de Caracas na noite de quarta em Caracas.

Mireya Midolo, que mora nas proximidades, disse que seu filho foi verificar se havia algo errado depois de notar duas grandes motos brancas com seus motores em funcionamento na frente da casa, cujas portas estavam abertas.

"Não ouvi nenhum som da porta sendo forçada ou gritos ou qualquer outra coisa suspeita", disse ela. A mulher acrescentou ter ficado surpresa ao perceber que os guarda-costas que sempre acompanhavam Serra não estavam presentes.

O ministro do Interior da Venezuela, Miguel Rodriguez Torres, disse em entrevista coletiva que o ataque foi "um homicídio intencional, planejado e executado com grande precisão". Ele não deu detalhes sobre o que poderia ter motivado o crime.

Comoção nas redes sociais

Minutos depois de o assassinato ter sido divulgado, as redes sociais ficaram inundadas de mensagens de dor e pedidos por justiça. As informações são do TeleSUR.

Logo na noite de quarta quando a morte foi confirmada, usuários do Twitter expressaram sua dor pela morte do político de 27 anos.

"Nós honramos a memória de Robert Serra, verdadeiro revolucionário e parte da Comissão Econômica do PSUV contra a guerra. Honra e Glória!", escreveu um dos usuários.

Serra era advogado formado pela Universidade Católica Andrés Bello (UCAB) e fez pós-graduação em Criminologia. Ele era o membro mais jovem do parlamento nacional e nasceu em Maracaibo.

*Com AP

Leia tudo sobre: venezelaserracaracastorres

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas