Taleban invade distrito afegão perto da capital e decapita 12 civis

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Além das mortes, autoridades afirmam que grupo incendiou ao menos 60 casas e ainda bloqueou estrada que dá acesso à área

Um funcionário afegão diz que insurgentes talebans decapitaram 12 civis e incendiaram cerca de 60 casas em um ataque das forças de segurança na província de Ghazni nesta sexta-feira (26).

Dia 22: Taleban classifica pacto do novo governo afegão como 'fraude dos EUA'

AP
Forças de segurança afegãs removem corpos de combatentes do Taleban em Ghazni, Afeganistão (4/09)


Dia 21: Ghani é eleito presidente do Afeganistão

O sub-chefe da polícia da área, Asadullah Ensafi, diz que os talebans atacaram várias aldeias ao longo da semana passada no distrito de Arjistan. Ele diz que, na noite de quinta, o grupo capturou e decapitou 12 membros da família de policiais locais e nacionais e incendiaram 60 casas. Ele acrescentou que a batalha ainda prosseguia nesta sexta.

Segundo Ensafi, os militantes também detonaram carro-bomba em frente a um acampamento, onde havia cerca de 40 policiais. Não foi possível determinar o número de baixas já que os insurgentes bloqueavam estradas até o local.

Centenas de combatentes invadiram o distrito estratégico que fica longe da capital, deixando rastro de morte em cinco dias de combate e podem capturar a área, de acordo com autoridades.

O governo da província de Ghazni perdeu contato com a polícia no distrito de Ajrestan, no oeste da província, de acordo com Ensafi. A principal rodovia que liga Cabul ao sul do Afeganistão, onde o Taleban tem feito avanços nos últimos meses, passa por dentro da província.

"Se não houver ajuda urgente do governo central o distrito vai desmoronar", disse Safi.

A batalha por Ajrestan ilustra os graves desafios enfrentados pelo novo governo do Afeganistão e as forças de segurança para proteger território, à medida que as tropas estrangeiras de combate se preparam para deixar o país no fim do ano.

O ataque que envolveu cerca de 700 combatentes do Taleban e começou há cerca de cinco dias, e os primeiros relatos informam que mais de 100 pessoas foram mortas, incluindo 15 que foram decapitadas por militantes, de acordo com o vice-governador da província, Ahmadullah Ahmadi.

Militantes têm se concentrado em recuperar áreas importantes de produção de ópio, como a província de Helmand, no sul, e áreas onde tradicionalmente têm apoio, como a província de Kunduz, no norte.

O controle do distrito de Ajrestan, a cerca de 200 quilômetros de Cabul, poderia garantir ao Taliban um ponto de lançamento de ataques para duas províncias vizinhas e ao longo da via crucial que conecta a capital à segunda maior cidade do Afeganistão, Kandahar, no sul.

*Com AP e Reuters

Leia tudo sobre: talebanviolenciaajrestancabulafeganistaoghanzidecapitacao

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas