Cessar-fogo na Ucrânia é 'só no nome', diz comandante militar da Otan

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

General Philip Breedlove disse que 'artilharia usada nos últimos dias se equipara a alguns dos níveis pré-cessar-fogo'

Reuters

Os combates na Ucrânia continuam e a trégua no país é só no nome", disse o principal comandante militar da Otan neste sábado.

"A situação na Ucrânia não é boa neste momento", afirmou o general da força aérea dos Estados Unidos Philip Breedlove a repórteres em Vilnius. "Basicamente, só temos um cessar-fogo no nome".

"A quantidade de eventos e de disparos feitos e a artilharia usada ao longo dos últimos dias se equiparam a alguns dos níveis pré-cessar-fogo. O cessar-fogo está lá nominalmente, mas o que está acontecendo no local é uma história bem diferente".

Leia também:
Entenda a fragilidade do cessar-fogo na Ucrânia
Fábrica de armamento explode em zona controlada por rebeldes na Ucrânia

Breedlove disse esperar que um memorando assinado neste sábado ordenando a retirada dos armamentos pesados, incluindo a artilharia, e de todos os combatentes estrangeiros de uma zona de 30 quilômetros irá acalmar a situação.

Falando após uma reunião dos chefes de defesa dos países da Otan, Breedlove, que é o Comandante Aliado Supremo da entidade e comandante das forças dos EUA na Europa, disse que a Rússia movimentou algumas de suas forças dentro da Ucrânia para o sul para pressionar a cidade portuária de Mariupol.

Indagado se o objetivo russo é se aliar às suas forças na Crimeia ao longo da costa ucraniana, ele respondeu: "Não especularia sobre qual é sua intenção, mas eles certamente mobilizaram uma capacidade militar para agir naquela costa se decidirem fazê-lo".

"O que sabemos é que, em relação ao auge da movimentação russa na semana passada, as cifras diminuíram significativamente e algumas destas forças voltaram para o lado russo da fronteira. O que é bom, exceto pelo fato de que não voltaram para casa e estão à disposição para impor sua força militar na Ucrânia se desejarem", afirmou.

Veja imagens de satélite artilharia russa na Ucrânia:

Imagens de satélite liberadas pelos EUA mostram artilharia russa sendo lançada da Rússia para a Ucrânia. Foto: Ap Photo/ U.S State DepartmentNa imagem, artilharia auto-propulsionada encontrada apenas em unidades militares russas, no lado russo da fronteira. Foto: Ap Photo/ U.S State DepartmentImagem mostra o antes e o depois de um ataque. Foto: Ap Photo/ U.S State DepartmentImagem mostra solo danificado. Foto: AP Photo/U.S. State Department
Leia tudo sobre: ucraniarussia na ucraniaotan

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas