ONU pede US$ 47 milhões aos países árabes para reconstruir Faixa de Gaza

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Dinheiro poderá ser usado para fazer pequenas obras nas casas afetadas pelo conflito e auxiliar no pagamento de aluguel

Agência Brasil

A Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina pediu neste domingo (7) doação de US$ 47 milhões aos países árabes para realizar uma campanha de emergência durante quatro semanas na Faixa de Gaza.

Fotos: Imagens de drone mostram destruição em Gaza após 50 dias de conflito

Prejuízo: Setor de turismo israelense pretende pedir indenização por conflito em Gaza

No discurso perante os chefes da diplomacia árabe no Cairo, o comissário-geral da Agência, Pierre Krahenbuhl, assinalou que existe uma "necessidade de apoio financeiro imediato", equivalente a cerca de 36,2 milhões de euros, e pediu aos participantes para "não esperarem semanas para oferecer essa ajuda".

Reprodução/BBC
Reconstrução é dificultada por falta de material

Krahenbuhl acrescentou que, com esses fundos, poderão ser feitas pequenas obras nas casas afetadas pelos conflitos, como colocar novas portas e janelas para suportar o inverno, além de auxiliar habitantes que ficaram sem alojamento para que aluguem novas casas.

Reprodução/BBC
Vai demorar até 15 anos para que Gaza seja reconstruída, diz autoridade

O comissário lamentou que o dinheiro disponibilizado pelos países árabes represente apenas 4% do total solicitado, apesar de terem se comprometido a adiantar 7,8%. Por outro lado, lamentou também o estado precário das contas do seu organismo, que tem um déficit de 50 milhões de dólares este ano.

A agência tenta reconstruir a Faixa de Gaza depois da ofensiva de Israel em julho e agosto, que causou a morte de mais de 2 mil pessoas.

Leia tudo sobre: faixa de gazagazamundo árabeofensiva contra gaza

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas