Da Síria à Coreia do Norte: Conheça mulheres casadas com ditadores

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Entre elas estão Asma al-Assada, que se considera a 'Princesa Diana' da Síria, e Chantal Biya, a 'Dama de Copas' de Camarões

Lembrada pela mídia camaronesa como "Dama de Copas", Chantal Biya, primeira-dama de Camarões, é famosa por seus penteados exóticos e looks extravagantes. Mas o estilo alegre da mulher de 64 anos – que virou tema de tumblr – contrasta com a política de seu marido, Paul Biya, apelidado pela imprensa de "Homem Leão".

Saiba mais: Conheça os ditadores mais cruéis da história

No poder há mais de 30 anos, o camaronês é acusado pela oposição por crimes como assassinatos, tortura e corrupção. Este último tem dificultado o desenvolvimento do país, segundo analistas, e levou Camarões ao título de nação mais corrupta do mundo por duas vezes na década de 1990. Eles estão casados desde 1994, dois anos após a morte da primeira mulher do líder. Veja outras mulheres de ditadores na galeria.

Vídeo: Ditadores na lista de convidados geram polêmica

Ana Paula dos Santos, primeira-dama da Angola: ex-modelo, Ana conheceu o marido, José Eduardo dos Santos, quando era comissária de bordo. Foto: Wikimedia CommonsAna Paula dos Santos, primeira-dama da Angola: ele é acusado de crimes como assassinatos em massa, motivados por diferenças étnicas. Foto: Reprodução/YoutubeConstancia Mangue, primeira-dama da Guiné Equatorial: casada com Teodoro Mbasogo, ela fundou ONG que defende causas da mulher e da criança. Foto: Reprodução/YoutubeConstancia Mangue, primeira-dama da Guiné Equatorial: Mbasogo é acusado de violar direitos humanos por membros de seu próprio Estado. Foto: Wikimedia CommonsSuzanne Mubarak, ex-primeira-dama egípcia: tida como influente na gestão do marido, ela foi presa em 2011 por crime relacionado a corrupção. Foto: Reprodução/YoutubeSuzanne Mubarak, ex-primeira-dama egípcia: seu marido, Hosni Mubarak, foi acusado de vários crimes, entre eles, a morte de manifestantes. Foto: Wikimedia CommonsChantal Biya, primeria-dama de Camarões: conhecida por seu estilo excêntrico, ela casou com Paul Biya em 1994 após a morte da primeira mulher dele. Foto: Wikimedia CommonsChantal Biya, primeria-dama de Camarões: seu marido está há mais de 30 anos no poder e é acusado por tortura, corrupção, entre outros. Foto: Wikimedia CommonsAsma al-Assad, primeira-dama da Síria: críticos dizem que Asma se compara a princesa Diana, mas não se preocupa com seu povo. Foto: Wikimedia CommonsAsma al-Assad, primeira-dama da Síria: dados da ONU de 2013 mostraram envolvimento de Bashar al-Assad em crimes de guerra no país. Foto: Wikimedia CommonsLeïla Ben Ali, ex-primeira-dama da Tunísia: assim como o marido, Zine El Abidine Ben Ali, ela foi acusada de corrupção durante mandato dele. Foto: Reprodução/YoutubeLeïla Ben Ali, ex-primeira-dama da Tunísia: à frente do governo de 1987 a 2011, ex-líder foi acusado por crimes como assassinatos. Foto: Reprodução/YoutubeSabika bint Ibrahim Al Khalifa, primeira-dama do Barein: 1ª das duas mulheres do rei Hamad bin Isa Al Khalifa, ela chefia Conselho Supremo de Mulheres. Foto: Reprodução/YoutubeSabika bint Ibrahim Al Khalifa, primeira-dama do Barein: entre os crimes do rei estão a proibição de reuniões públicas e perseguição política. Foto: Reprodução/YoutubeRi Sol-ju, primeira-dama da Coreia do Norte: chamada de 'Kate Middleton' norte-coreana pelo Global Post, a jovem estudou música e é de família rica. Foto: Reprodução/YoutubeRi Sol-ju, primeira-dama da Coreia do Norte: o marido, Kim Jong-un, foi acusado pela ONU de cometer crimes contra a humanidade. Foto: Reprodução/YoutubeSafia Farkash, viúva de Muammar Gaddafi, Líbia: de família rica - cerca de US$ 30 bilhões - é mãe de sete dos oito filhos do ex-ditador. Foto: Reprodução/YoutubeSafia Farkash, viúva de Muammar Gaddafi, Líbia: líder de 1969 a 2011, ele apoiou terroristas, tornou-se inimigo n. 1 dos EUA, cometeu estupros, entre outros. Foto: Reprodução/Youtube


Leia tudo sobre: ditadoresmulheres de ditadoresegitocamaroescoreia do norte

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas