Polícia israelense encontra corpo de jovem americano desaparecido

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Não há detalhes sobre a condição do corpo ou possíveis pistas sobre a causa da morte; ele fazia trilha no local com um amigo

Reuters

A polícia israelense informou que encontrou o corpo de um estudante norte-americano de 23 anos que havia desaparecido na semana passada perto de uma floresta em Jerusalém, acrescentando que não tinha suspeitas sobre a motivação do crime.

Dia 24: Sequestradores libertam jornalista americano desaparecido na Síria desde 2012

Reuters
Folheto pedindo ajuda nas buscas de Aaron Sofer, 23, fixado na janela de um carro perto de floresta em Jerusalém (28/08)


2013: Americano desaparecido no Irã trabalhava em missão não autorizada da CIA

Aaron Sofer, um estudante seminarista judeu de Nova Jersey, desapareceu na última sexta-feira enquanto caminhava por uma floresta não muito distante do museu Yad Vashem do Holocausto.

"Depois de um exame, o corpo foi identificado como sendo da pessoa desaparecida Aaron Sofer. Testes mostraram que nenhum ato criminoso foi cometido e o corpo será transferido para a família nas próximas horas", disse uma porta-voz da polícia.

Não havia detalhes sobre a condição do corpo encontrado ou possíveis pistas que indicassem as circunstâncias da morte. O porta-voz policial Micky Rosenfeld afirmou mais cedo que Sofer estava fazendo uma trilha com um amigo, subindo uma montanha, e os dois se perderam.

Em junho, três estudantes seminaristas israelenses, todos eles adolescentes, foram sequestrados na Cisjordânia ocupada, 30 quilômetros ao sul de Jerusalém. Os três foram encontrados mortos depois.

O grupo militante palestino Hamas assumiu a responsabilidade das mortes, o que ajudou a precipitar um conflito de sete semanas entre militantes em Gaza e Israel e que foi encerrado com um acordo de cessar fogo na terça-feira.

Rosenfeld disse que a polícia - incluindo unidades caninas, oficiais montados e helicópteros - tinha vasculhado a floresta de Jerusalém inteira, que tem 310 acres (125 hectares) nos arredores da cidade, com a ajuda de voluntários.

A família Sofer voou para Israel para estar em contato com as autoridades enquanto a busca continuava. Yoel Sofer afirmou que seu irmão havia saído para uma caminhada de um dia de duração em um dia de folga de estudos.

"Ele saiu para uma caminhada. Ele tinha seus sapatos, chapéu e jaqueta, ele só precisava de um pouco de ar fresco", afirmou o irmão. "Só o queremos de volta. Qualquer coisa que alguém possa fazer para trazê-lo de volta. Por favor, rezem por ele".

Leia tudo sobre: israelcorposoferjerusalemflorestatrilhaeuanova jersey

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas