Peritos que acompanham o caso acreditam que o avião teria virado para o sul mais cedo do que foi inicialmente pensado

Agência Brasil

Autoridades australianas anunciaram hoje (28) que as buscas pelo Boeing 777 da Malaysia Airlines, que desapareceu em março deste ano, vão se concentrar num ponto mais ao Sul da atual zona de procura.

MH370: Austrália avista 'novos objetos' no Índico

De acordo com o vice-primeiro-ministro australiano, Warren Truss, peritos que acompanham os trabalhos acreditam que o avião teria virado para o sul mais cedo do que foi inicialmente pensado.

A aeronave da Malaysia Airlines desapareceu dos radares no dia 8 de março, pouco depois de ter decolado de Kuala Lumpur rumo a Pequim, capital chinesa, com 239 pessoas a bordo.

Pistas: Malásia analisa novas imagens de possíveis destroços de voo desaparecido

Desde então, vários países da região asiática acionaram esforços aéreos e navais em ações de busca no Oceano Índico, mas sem resultados. A zona de buscas tem área de 60 mil quilômetros quadrados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.