Base militar dos EUA é fechada após soldado cometer suicídio

Por Reuters | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Incidente em base a cerca de 160 km de Washington ocorreu quatro meses depois de soldado matar três no Estado do Texas

Reuters

Armada com uma pistola, uma soldado do Exército dos EUA atirou contra si mesma e se matou em Fort Lee, no Estado norte-americano de Virginia, nesta segunda-feira (25). O incidente provocou o fechamento da instalação militar, informaram as autoridades.

Leia também:
Tiroteio mata quatro, incluindo atirador, em base militar de Fort Hood, no Texas

A soldado entrou na sede do Comando de Armas Combinadas de Apoio por volta das 8h45 (horário local) e se trancou em um escritório. Enquanto a polícia negociava para evitar o suicídio, ela atirou em sua própria cabeça.

A mulher foi levada para o centro médico da Universidade Virginia Commonwealth, em Richmond, onde foi declarada morta, informou a base em um comunicado. O motivo para o suícidio é desconhecido.

A base, localizada a cerca de 160 quilômetros ao sul de Washington, foi fechada por menos de uma hora, mas o portão perto do prédio onde ocorreu o incidente, bem como as ruas próximas, foram mantidos fechados, disse o porta-voz da base Stephen Baker.

O suicídio ocorreu cerca de quatro meses após um soldado com problemas psiquiátricos matar três pessoas e ferir 16 em Fort Hood, no Texas.

Leia tudo sobre: suicídio de soldadoeua

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas