Sobe para quatro o número de mortos em terremoto no Equador

Por Reuters | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Tremor de magnitude considerada moderada atingiu Quito na terça-feira; informação inicial era de que dois haviam morrido

Reuters

As autoridades equatorianas informaram, nesta quarta-feira (13), que quatro pessoas morreram depois que um terremoto de magnitude 5,1 sacudiu no dia anterior as proximidades da capital, onde dezenas de tremores secundários foram sentidos posteriormente.

Reuters
Mineiros auxiliam nesta quarta equipes de resgate em buscas por corpos de vítimas do terremoto que atingiu Quito no dia anterior

“Temos quatro vítimas para lamentar", declarou o prefeito de Quito, Mauricio Rodas, corrigindo a informação inicial do tremor, anunciada pela Presidência da República do país, segundo a qual dois haviam morrido. Após o terremoto principal, ao menos outros 44 tremores secundários de intensidade média foram registrados.

Leia mais:
Terremoto deixa ao menos dois mortos na capital do Equador

O sismo desencadeou um deslizamento em uma pedreira na região de Catequilla, no norte de Quito, que matou dois funcionários de uma empresa chinesa que trabalha para a cidade. Outra vítima, ainda não identificada, morreu em uma unidade de saúde de Catequilla.

A quarta vítima, um menino de quatro anos, morreu em outra área da capital quando sacas de arroz caíram sobre ele, declarou o prefeito. O terremoto ainda feriu pelo menos oito pessoas.

Alguns moradores continuam em abrigos da cidade e as autoridades pediram calma apesar dos tremores secundários contínuos. O Instituto Geológico dos Estados Unidos disse que o tremor moderado aconteceu a 7,7 quilômetros de profundidade e seu epicentro foi a cerca de 22 quilômetros de Quito.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas