Chanceler polonês diz que Rússia pretende pressionar ou invadir Ucrânia

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Chanceler polonês diz que Rússia pretende pressionar ou invadir Ucrânia; forças militares já teriam sido mobilizadas

Reuters

O chanceler da Polônia, Radoslaw Sikorski, disse nesta terça-feira (5) que a Rússia mobilizou forças militares na fronteira com a Ucrânia para pressionar o país vizinho ou invadi-lo.

Soldados ucranianos entram na Rússia; Moscou diz que eles buscam asilo
Ucrânia corta abastecimento de alimentos a reduto de rebeldes no leste do país
Líderes do G7 pressionam Rússia por tentar minar a soberania da Ucrânia

"Infelizmente, a Rússia retomou a sua capacidade de combate na fronteira com a Ucrânia", disse Sikorski à emissora TVN24.

Imagens de satélite liberadas pelos EUA mostram artilharia russa sendo lançada da Rússia para a Ucrânia. Foto: Ap Photo/ U.S State DepartmentNa imagem, artilharia auto-propulsionada encontrada apenas em unidades militares russas, no lado russo da fronteira. Foto: Ap Photo/ U.S State DepartmentImagem mostra o antes e o depois de um ataque. Foto: Ap Photo/ U.S State DepartmentImagem mostra solo danificado. Foto: AP Photo/U.S. State Department

"Há muitos grupos de batalhão lá. Há uma grande concentração de equipamentos militares. Essas coisas estão sendo feitas apenas para exercer pressão. Ou para entrar", disse.

Questionado qual opção seria escolhida, ele afirmou: "Veremos. Saberemos muito rapidamente."

Leia tudo sobre: russia na ucraniarússiaucrânia

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas