Deslizamento de terra atinge vilarejo na Índia e deixa ao menos 150 soterrados

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Resgates estão sendo prejudicado graças as chuvas contínuas e estradas ruins que levam a Ambegaon, vila do distrito de Pune

Um deslizamento de terra atingiu uma remota vila no oeste da Índia após as chuvas torrenciais desta quarta-feira (30) varrendo dezenas de casas e possivelmente deixando mais de 150 soterrados, disseram autoridades.

AP
Equipes de resgate transportam corpo retirado de escombros de um prédio que desabou na Índia (30/06)


2013: Índia faz ampla operação de resgate após morte de ao menos 150 por enchentes

Ao menos 100 socorristas chegaram na região e mais estavam a caminho. Mas o progresso nas buscas tem sido prejudicado graças as chuvas contínuas e estradas ruins que levam a Ambegaon, uma vila no distrito de Pune, localizada no estado de Maharashtra, onde o deslizamento de terra cobriu cerca de 40 casas, disse Alok Avasthy, um comandante da Força Nacional de Resposta a Desastres.

O deslizamento atingiu a vila na manhã desta quarta, mas detalhes da extensão da tragédia apenas começaram a ser divulgados várias horas depois, segundo ele.

"A área é cercada por morros e fica numa região rural muito remota, o que prejudica o acesso ao local", disse ele. Sinais telefônicos também são um problema na área.

2010: Chuvas afetaram pelo menos 25 mil na Caxemira indiana

Avasthy disse que estava liderando uma equipe de 150 socorristas, mas estava tendo dificuldade de se comunicar com o primeiro grupo composto por 100 socorristas. Eles estavam ajudando a polícia local e as equipes médicas que começaram a limpar a região.

“É um pequeno vilarejo e o deslizamento aconteceu de repente”, explicou o legislador local Dilip Walse Patil à CNN.

Deslizamentos de terra são comuns na área durante a estação das monções, que vai de junho a setembro.

O distrito de Pune fica a aproximadamente 151 quilômetros ao sudeste de Mumbai, capital comercial da Índia. O centro médico mais próximo fica a cerca de 15 km da aldeia.

*Com AP

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas