Estavam a bordo 54 passageiros e 4 tripulantes; ao menos dois dos mortos eram franceses, de acordo com ministério francês

Autoridades de Taiwan iniciaram nesta quinta-feira (24) investigação sobre a queda do avião turboélice da TransAsia Airways, que matou 48 pessoas. A expectativa é que as condições climáticas sejam levadas em consideração no inquérito.

Ontem: Avião cai durante pouso em Taiwan e deixa 47 mortos

Parente de passageiro do avião da TransAsia Airways que caiu se desespera ao ver retrato em funerária de Penghu, Taiwan
AP
Parente de passageiro do avião da TransAsia Airways que caiu se desespera ao ver retrato em funerária de Penghu, Taiwan


O avião, um ATR 72 com 70 assentos, caiu na quarta à noite perto da pista do aeroporto quando tentava aterrissar na pequena ilha de Penghu, a oeste da ilha de Taiwan, depois que um tufão tinha passado por essa área mais cedo nesse mesmo dia.

Estavam a bordo 54 passageiros e 4 tripulantes. As vítimas incluem 46 taiwaneses e dois estudantes de medicina franceses que estagiavam em Taiwan. Nenhum dos quatro tripulantes sobreviveram.

Na aldeia de Xixi, onde o avião caiu, tripulações de desastres escavam em silêncio através dos empoeirados escombros, cabine da aeronave e partes das oito casas de pedra destruídas no acidente. Dez ficaram feridos e foram levadas ao hospital. As autoridades da aviação civil de Taiwan disseram que o clima estava adequado para voar.

Vídeo: Chuvas provocam enchentes e deslizamentos em Taiwan

"Havia nove voos na mesma rota entre 14 horas e 19 horas de ontem (horário local). Somente o voo da TransAsia caiu", disse Jean Shen, diretora da Administração Aeronáutica Civil.

"Os relatórios sobre as condições climáticas mostravam que era totalmente adequado para a aterrissagem", disse ela, acrescentando que as autoridades não estão deescartando nenhuma possibilidade.

"Neste momento nós não podemos dizer com certeza o que deu errado. O comitê de segurança de voo abriu uma investigação."

As duas caixas pretas foram encontradas e os responsáveis pelo exame iriam iniciar o trabalho mais tarde nesta quinta-feira, disse ela.

*Com AP e Reuters

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.