Um voo da Malásia supostamente abatido por míssil caiu em área de conflito na Ucrânia na quinta; conheça outros casos

Um Boeing 777-200ER da Malaysia Airlines caiu na quinta-feira na Ucrânia perto da fronteira russa, matando todas as 298 pessoas a bordo (283 passageiros, sendo três crianças, e 15 tripulantes). Há suspeitas de que o voo MH17 foi abatido, mas tanto o governo ucraniano quanto os separatistas pró-Rússia que travam confrontos na região leste negaram responsabilidade no incidente .

Ontem: Avião da Malásia cai na Ucrânia perto da fronteira russa

Caças da União Soviética abateram Boeing 747 da Korean Airlines com mísseis matando 269 em 1983
Reprodução/Youtube
Caças da União Soviética abateram Boeing 747 da Korean Airlines com mísseis matando 269 em 1983

Autoridade dos EUA à rede CNN:  Avião da Malásia foi abatido sobre a Ucrânia

Se confirmado, este não seria o primeiro caso de um voo comercial abatido por fogo hostil. Em dia 31 de agosto de 1983, caças da extinta União Soviética abateram o Boeing 747 da Korean Airlines com mísseis enquanto a aeronave sobrevoava a ilha Sacalina. Todas as 269 pessoas a bordo morreram.

Declaração: Ucrânia e separatistas pró-Rússia negam ter abatido avião da Malásia

Após o acidente, a URSS informou que abateu o avião por acreditar que se tratava de uma operação de espionagem norte-americana. Eles alegaram que o Boeing foi atingido depois de ter ignorado duas horas e meia de mensagens de rádio e advertências.

De acordo com autoridades soviéticas, o avião foi alertado logo após entrar no espaço aéreo da URSS. Por não obterem resposta sobre o voo, autoridades ordenaram que caças da base aérea de Dolinsk-Sokol interceptassem e abatessem o Boeing. Mas esse não foi o primeiro incidente envolvento voos comerciais e a URSS.

Veja fotos sobre o incidente com o voo da Malásia na Ucrânia:

Cenário: Destroços de avião da Malásia e corpos são encontrados no leste da Ucrânia

Cinco anos antes, em 20 de abril de 1978, o voo 902 da Korean Air Lines desviou seu curso planejado durante o trajeto Paris-Seul e sobrevoou a União Soviética. Alvejado por um avião interceptor, a aeronave realizou um pouso forçado na superfície de um lago congelado. Dois dos 97 passageiros foram mortos por fogo hostil.

Assista: Vídeo mostra explosão no momento do impacto de avião da Malásia na Ucrânia

No Oriente Médio, o voo IR655 da Iran Air seguia rota comercial entre Teerã e Dubai quando foi derrubado por míssil antiaéreo norte-americano no dia 3 de julho de 1988. O navio USS Vincennes, da Marinha dos EUA, foi responsável pelo disparo que matou 290 pessoas a bordo - 16 deles membros da tripulação.  

*Com AP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.