O cessar-fogo permitirá que os palestinos consigam comprar suprimentos para estocar e que refugiados deixem a região

A trégua humanitária na Faixa de Gaza começou às 4h (horário de Brasília) e até o momento não foram registrados bombardeios.


De acordo com a emissora CNN, pouco antes do início do cessar-fogo, o exército israelense frustrou uma tentativa de invasão por meio de um túnel na comunidade israelense de Sufa por 13 militantes do Hamas.  

Saiba mais: Entenda o atual conflito entre Israel e Hamas

Nesta quarta-feira, ficou estabelecido que entre 10h e 15h locais (4h e 9h de Brasília), os dois lados fariam uma pausa no confronto, após um pedido da Organização das Nações Unidas (ONU) para permitir que os palestinos conseguissem sair para comprar suprimentos e que os refugiados fossem retirados da região de Gaza.

O Exército alertou, no entanto, que retaliará "de forma firme e decisiva" se o Hamas ou qualquer outro grupo militante lançar ataques contra Israel nesse período.

A medida foi anunciada no dia em que aviões de guerra e embarcações da Marinha de Israel intensificaram os ataques em toda a Faixa de Gaza, tendo como alvo graduados membros do Hamas e bombardeando a área costeira, onde quatro meninos palestinos foram mortos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.