Britânicas encontram atum gigante em passeio de caiaque

Por BBC Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Peixe foi encontrado flutuando nas águas do mar em Kingsand; o atum foi levado para a praia da Cornualha, na Grã-Bretanha

BBC

Um grande atum foi levado para uma praia da Cornualha, na Grã-Bretanha, por um grupo de britânicas durante um passeio de caiaque. O peixe estava flutuando na água do mar em Kingsand e foi encontrado por um grupo de amigas em férias.

Vídeo: Cemitério submarino de criaturas gigantes é encontrado na costa da Angola

Claire Wallerstein
Grupo de adolescentes posa ao lado do peixe


2012: Biólogos esclarecem mistério de 'criatura marinha' no Golfo do México

O peixe ainda não foi examinado por especialistas, mas, pelas fotos, acredita-se que seja uma espécie rara e considerada ameaçada, o atum-rabilho. O animal ainda não foi pesado, mas foram necessários seis homens para carregá-lo.

Claire Wallerstein, uma voluntária que registra quando grandes animais marinhos encalham nas praias da região, disse à BBC que "não conseguia acreditar" quando o viu o peixe.

"Alguém veio à minha casa para me contar que havia um golfinho morto na praia. Eles estavam saindo do mar com este monstro enorme e então vi que era um atum", afirmou.

De acordo com Claire, o peixe será levado para a Universidade de Exeter, em Falmouth, para ser examinado.

Carne valiosa

As cinco amigas que encontraram o peixe, Charlotte Chambers, Shauna Creamer, Hannah Ford, Sarah Little e Laura Pickervance, informaram sobre a descoberta às autoridades.

Apesar de um atum como este poder chegar a ser vendido por centenas de milhares de dólares no mercado internacional, é ilegal capturar ou vender espécies das águas territoriais britânicas.

Em janeiro de 2012, por exemplo, um atum foi leiloado no Japão pelo preço recorde de US$ 736 mil (US$ 1,3 milhão), o maior valor já pago por um animal do tipo. Em 2010 outro atum de 232 quilos foi vendido por US$ 175 mil (cerca de R$ 388 mil) em um leilão em Tóquio.

O maior mercado para esta carne é no Japão, onde ele consumido principalmente no sushi, e os preços são tão altos devido à raridade da carne.

Leia tudo sobre: britanicasatumpeixegra bretanha

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas