Vaticano aprova associação de exorcismo

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Associação agrega 250 padres de 30 países. Mais do que antecessores, papa atual fala frequentemente sobre o demônio

Exorcistas agora tem uma arma legal à sua disposição. O Vaticano formalmente reconheceu a Associação Internacional de Exorcistas, um grupo de 250 padres em 30 países que livram os fiéis dos demônios.

Culpa de satanás: Igreja faz exorcismos para livrar México de 'diabo do narcotráfico'

Reprodução
Papa coloca mãos sobre a cabeça de um homem supostamente possuído por quatro demônios, ato descrito por exorcistas como uma prece de libertação de satã

Reino Unido: Família é condenada por morte e 'exorcismo' de mulher grávida

O jornal do Vaticano L'Osservatore Romano informou na terça-feira que a Congregação do Vaticano para o Clero aprovou o status da organização e reconheceu o grupo sob a lei canônica.

Mais do que seus predecessores, o papa Francisco fala frequentemente sobre o diabo e, no ano passado, foi visto colocando suas mãos sobre a cabeça de um homem supostamente possuído por quatro demônios, ato descrito por exorcistas como uma prece de libertação de satã.

O chefe da associação, reverendo Francesco Bamonte, disse que a aprovação do Vaticano foi causa de alegria. "Os exorcismos são uma forma de caridade que beneficia aqueles que sofrem", disse ao L'Osservatore.

Leia tudo sobre: vaticanoexorcismoexorcistademôniodiabosatãigreja católica

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas