Rebeldes ucranianos libertam segundo grupo de monitores da OSCE

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Rebeldes ucranianos libertam segundo grupo de monitores da OSCE

Reuters

Shamil Zhumatov/Reuters
Feitos reféns há um mês por grupo separatista pró-russos, membros da OSCE foram liberados neste sábado (28), na Ucrânia (Reuters)

Rebeldes separatistas pró-russos no leste da Ucrânia libertaram neste sábado o segundo grupo de quatro monitores da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE) que haviam sido sequestrados em 29 de maio, disse uma testemunha da Reuters.

Um correspondente da Reuters viu os quatro - três homens e uma mulher - sendo levados por homens fortemente armados até a entrada de um hotel na cidade oriental de Donetsk.

Eles saíram, apertaram as mãos de outros representantes da OSCE que os aguardavam e, em seguida, foram para o hotel.

Um primeiro grupo de monitores da OSCE, detido dias antes por separatistas pró-russos, tinha sido liberado na madrugada de sexta-feira.

Leste da Ucrânia 'corre risco de crise humanitária'. Foto: BBCLeste da Ucrânia 'corre risco de crise humanitária'. Foto: BBCLeste da Ucrânia 'corre risco de crise humanitária'. Foto: BBCLeste da Ucrânia 'corre risco de crise humanitária'. Foto: BBCLeste da Ucrânia 'corre risco de crise humanitária'. Foto: BBCLeste da Ucrânia 'corre risco de crise humanitária'. Foto: BBCLeste da Ucrânia 'corre risco de crise humanitária'. Foto: BBC


Leia tudo sobre: MUNDOMUNDOUCRANIALIBERTACAO

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas