Ataque aéreo contra reduto de milícia na Síria mata ao menos 12

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Aviões de guerra do governo sírio atingiram a cidade de Raqqa, reduto da milícia Estado Islâmico do Iraque e do Levante, o EIIL

Aviões de guerra do governo sírio atingiram nesta quarta-feira (25) cidade oriental que se tornou reduto do Estado Islâmico do Iraque e do Levante, o EIIL, matando ao menos 12, de acordo com ativistas da oposição.

Dia 16: Milícia sunita captura cidade no norte do Iraque perto da Síria

AP
Fumaça densa invade Aleppo, capital da Síria, após ataque aéreo das forças do governo sírio (17/06)


Janeiro: Rebeldes sírios lutam entre si e desestabilizam fronteira com Turquia

Os ataques aéreos sobre a cidade de Raqqa, que tem estado sob controle da milícia há mais de um ano, parece ser parte da campanha do governo sírio para intensificar a luta contra o grupo separatista, que se tornou nas últimas semanas uma grande força de combate no vizinho Iraque.

Segundo o Observatório Sírio para os Direitos Humanos, cuja base fica no Reino Unido, os jatos atacaram alvos ao redor da capital da Província de Raqqa, incluindo um mercado e a sede do EIIL.

Outro grupo ativista, o Comitê de Coordenação Nacional Sírio (NCC), também relatou o incidente, dizendo que cinco foram mortos em um único ataque com o objetivo de atingir um prédio da milícia. Um ativista da oposição em Raqqa relatou sete ataques aéreos na quarta sobre a cidade de cerca de 500 mil habitantes.

Saiba mais: Leia todas as notícias sobre o avanço do EIIL no Iraque

Esse ativista, que atende pelo nome de Abu Noor, afirmou em uma entrevista por Skype que 13 corpos de civis foram identificados. Ele disse também que o número de mortos provavelmente vai aumentar por causa do grande número de feridos em vários ataques ao redor da cidade. Os ativistas disseram que apenas um dos ataques aéreos atingiu a sede do Estado islâmico enquanto outros acabaram destruindo outras áreas, incluindo um mercado.

O Estado Islâmico, juntamente com outros grupos rebeldes que lutam para derrubar o presidente sírio, Bashar Assad, capturaram Raqqa em março 2013. No vizinho Iraque, os combatentes islâmicos têm capturado inúmeras cidades e vilas no norte do país e também passagens da fronteira com a Síria e a Jordânia.

Também nesta quarta, aviões sírio realizaram uma série de ataques na Província de Deir el-Zour, que é rica em petróleo, perto da fronteira com o Iraque, de acordo com o Observatório. Não houve relatos imediatos sobre vítimas.

Em Deir el-Zour, pelo menos dois ataques aéreos atingiram Muhassan, cidade às margens do rio Eufrates que fica perto do Iraque e tem sido diariamente bombardeada por aviões de guerra desde que os combatentes do Estado Islâmico a capturaram na semana passada.

*Com AP

Leia tudo sobre: ataque aereo na siriasiriamuhassaneiilassadiraque

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas