Fogo amigo mata cinco soldados dos EUA no sul do Afeganistão

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Incidente é um dos piores envolvendo os EUA e as tropas da coalizão desde o início da guerra de quase 14 anos do país

Cinco soldados americanos foram mortos em um aparente ataque aéreo da coalizão no sul do Afeganistão, disseram autoridades nesta terça-feira, em um dos piores incidentes de fogo amigo envolvendo os EUA e as tropas da coalizão desde o iníco da guerra de quase 14 anos.

Saiba mais: Entenda por que o Afeganistão é estratégico

AP
Policial afegão monta guarda durante comício eleitoral no distrito de Paghman, na capital afegã de Cabul. Segundo turno da eleição presidencial ocorre no sábado (14)

Leia também: Invasões e conflitos marcam história do Afeganistão

Segundo uma autoridade afegã, o ataque aéreo aconteceu na Província de Zabul, no sul do país. Sem dar mais detalhes sobre o incidente, uma declaração afirmou que todos os cinco soldados morreram na segunda-feira.

"Cinco soldados americanos foram mortos ontem durante uma operação de segurança no sul do Afeganistão. Investigadores avaliam a probabilidade de que a causa tenha sido fogo amigo. Nossos pensamentos e preces estão com as famílias dos que morreram", disse o porta-voz do Pentágono John Kirby.

Um comunicado anterior da coalizão afirmou: "As baixas aconteceram durante uma operação de segurança quando sua unidade entrou em contato com forças inimigas. Tragicamente, há a possibilidade de envolvimento de fratricídio. O incidente está sob investigação."

Até 2016: Obama planeja encerrar presença militar dos EUA no Afeganistão

Um dos piores incidentes do tipo aconteceu em abril de 2002, quando quatro soldados canadenses foram mortos por um jato americano F-16 que lançou uma bomba em um grupo de soldados durante um exercício militar em Kandahar, no sul.

Um graduado policial em Zabul afirmou que os soldados foram mortos quando pediram por apoio aéreo. O chefe policial provincial Ghulam Sakhi Rooghlawanay disse que houve uma operação conjunta de soldados afegãos e da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) na área do distrito de Arghandab na manhã de segunda. Depois que essa operação acabou, os soldados ficaram sob fogo da milícia islâmica do Taleban e pediram apoio aéreo, relatou.

"Infelizmente, cinco soldados da Otan e um oficial afegão foram erroneamente mortos pelo ataque aéreo da Otan", disse Rooghlawanay. A Associated Press não conseguiu confirmar esses comentários de forma independente com a coalizão e com a sede da Otan em Bruxelas.

*Com AP

Leia tudo sobre: afeganistãofogo amigoeua

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas