O monarca alegou motivos pessoais para abdicação, de acordo com premiê. Felipe, príncipe de Austúrias, deve assumir o trono

BBC

O rei da Espanha, Juan Carlos, vai abdicar do trono, informou nesta segunda-feira (2) o premiê Mariano Rajoy.

Polêmica: Rei da Espanha é alvo de críticas por caçar elefantes na África

Casa real espanhola divulgou foto de Juan Carlos e Mariano Rajoy discutindo abdicação nesta segunda
Divulgação
Casa real espanhola divulgou foto de Juan Carlos e Mariano Rajoy discutindo abdicação nesta segunda


2013: Suposta amante do rei espanhol recebia para beneficiar empresas no exterior

Juan Carlos, de 76 anos, está à frente do trono espanhol desde 1975, período em que a democracia voltou ao país, após décadas de ditadura franquista.

Seu filho Felipe, o príncipe de Astúrias, deve assumir o trono. O sucessor de Juan Carlos tem 46 anos de idade e está em viagem internacional a El Salvador, onde assistiu à posse do novo presidente Salvador Sánchez Cerén.

"Sua majestade, o rei Juan Carlos, me informou de seu desejo de renunciar ao trono e dar início ao processo de sucessão", disse Rajoy.

O governo espanhol divulgou uma carta do monarca assinada nesta segunda com sua intenção de abdicar do trono.

Relembre a trajetória do rei por meio de fotos

Cirurgia: Rei da Espanha recebe alta de hospital após operação de quadril

Segundo o premiê, o rei alegou motivos pessoais para tomar a decisão. Recentemente Juan Carlos estava com problemas de saúde e foi submetido a uma série de cirurgias no quadril. 

O próprio rei prometeu que fará um anúncio ainda nesta segunda-feira, comunicando com mais detalhes os seus motivos.

Popularidade e polêmica

Durante grande parte de seu reinado, Juan Carlos foi um dos monarcas mais populares do mundo, mas recentemente muitos espanhóis haviam perdido confiança na sua liderança.

Sua reputação ficou manchada após investigações de um escândalo de corrupção envolvendo sua filha e o marido dela. A revelação de que o rei fez uma viagem luxuosa ao Botsuana para caçar elefantes em meio à crise financeira espanhola também repercutiu muito mal no país.

Em seu pronunciamento, Rajoy elogiou o rei por sua "defesa infatigável" dos interesses espanhóis, ressaltando o papel de Juan Carlos na transição para a democracia.

O premiê disse que convocará um conselho extraordinário de ministros para promover, no Legislativo, a mudança da coroa espanhola. Ele não deu nenhuma indicação de prazos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.