Visita pode ser tentativa de se redimir; serviço médico do governo dos EUA não atenderia veteranos em tempo útil

Reuters

Obama visitou tropas norte-americanas que estão se preparando para sair do Afeganistão depois de quase 13 anos de guerra
Reuters
Obama visitou tropas norte-americanas que estão se preparando para sair do Afeganistão depois de quase 13 anos de guerra

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pousou no Afeganistão neste domingo para uma visita surpresa a uma base norte-americana para agradecer as tropas que se preparam para deixar o país depois de quase 13 anos de guerra.

Após sair de Washington na noite de sábado a bordo do Air Force One, Obama voou mais de 13 horas para fazer uma visita de várias horas na Base Aérea Bragam, a principal base dos EUA no Afeganistão, onde estava previsto que ele recebesse um informe militar, fizesse um discurso para as tropas e visitasse soldados feridos em um hospital.

Obama, em sua quarta viagem ao Afeganistão, levou a estrela de música country Brad Paisley para dar entretenimento aos soldados.

A visita de Obama é vista por alguns críticos como uma tentativa dele se redimir aos olhos de veteranos militares que estão alarmados com as alegações de que as instalações médicas do governo nos Estados Unidos não prestam cuidados em tempo útil para os veteranos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.