Jornalista italiano e colega russo são mortos na Ucrânia

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

O fotógrafo Andrea Ronchelli e seu colega foram mortos a tiros na cidade de Slaviansk; corpos foram abandonados em vala

Reuters

Um jornalista italiano e seu tradutor russo foram mortos em confronto entre forças pró-Rússia e tropas do governo ucraniano no leste da Ucrânia, informou o Ministério das Relações Exteriores italiano citando autoridades ucranianas.

Os corpos de Andrea Ronchelli, fotógrafo freelancer que trabalhava com o coletivo de fotógrafos Cesura, e seu colega, cidadão russo, foram levados ao hospital na cidade de Slaviansk, disse o ministro em comunicado neste domingo.

Membros da família de Ronchelli devem chegar em Kiev neste domingo.

O jornalista freelancer francês William Roguelon, que estava viajando com Ronchelli e seu tradutor, disse que o grupo foi atacado nos arredores da cidade no sábado. "Fomos para a área pois havia ocorrido um bombardeio próximo de um bairro. Então, não havia nada quando chegamos. Éramos um jornalista italiano, um fixer e um motorista", disse a jornalistas no hospital de Slaviansk.

"Depois que chegamos fomos baleados, nos jogaram em uma vala, depois atiraram pelo menos 40 balas em nós e no veículo."

Roguelon disse que Ronchelli e o russo foram atingidos por fogo de morteiro entre rebeldes e as tropas ucranianas, enquanto ele saiu andando pela estrada para buscar ajuda.

Ele disse não saber com certeza se os dois homens estavam mortos a última vez que os viu, mas disse que eles não estavam se movendo. "Eles estavam no chão", disse.

Leia tudo sobre: MUNDOMUNDOUCRANIAJORNALISTA

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas