Chanceler em exercício Andrii Deshchytsia disse ter conversado por telefone com o chanceler russo, Sergei Lavrov

O ministro de Relações Exteriores da Ucrânia pediu neste sábado (12) que a Rússia acabe com o que chamou de "ações de provocação" por seus agentes no leste da Ucrânia depois que militantes pró-Rússia invadiram dois edifícios na cidade de Slaviansk. O chanceler em exercício Andrii Deshchytsia disse ter conversado por telefone com o chanceler russo, Sergei Lavrov.

Ações: Ucrânia diz que militantes pró-russos ocuparam prédio do serviço de segurança

Ativistas armados pró-Rússia ocupam a delegacia de polícia no leste da Ucrânia, na cidade de Slaviansk, neste sábado
AP
Ativistas armados pró-Rússia ocupam a delegacia de polícia no leste da Ucrânia, na cidade de Slaviansk, neste sábado

A Rússia nega estar dando qualquer apoio aos militantes, que ocuparam quatro edifícios governamentais no leste da ex-república soviética, aparentemente encorajados pela anexação russa da região da Crimeia, da Ucrânia, no mês passado.

Prédios ocupados

Militantes pró-russos ocuparam um segundo edifício na cidade de Slaviansk , que abriga o serviço de segurança estatal. Ao menos 20 militantes armados ocuparam os prédios da polícia mais cedo. "O mesmo grupo ocupou o prédio do SBU (serviço de segurança) em Slaviansk", disse a polícia regional de Donetsk em comunicado.

* Com informações da Reuters

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.