Militantes armados ocuparam os prédios da polícia e do serviço de segurança estatal na cidade de Slaviansk, na Ucrânia

Militantes pró-russos ocuparam um segundo edifício na cidade de Slaviansk, que abriga o serviço de segurança estatal, informou a polícia neste sábado (12). Ao menos 20 militantes armados ocuparam os prédios da polícia mais cedo.

Leia também:

Premiê da Ucrânia promete mais poder ao Leste do país

Dívida ucraniana ameaça fluxo de gás para a Europa, alerta presidente russo

Ativistas pró-Rússia ocupam delegacia de polícia e constroem uma barricada na cidade ucraniana oriental de Slovyansk, neste sábado
AP
Ativistas pró-Rússia ocupam delegacia de polícia e constroem uma barricada na cidade ucraniana oriental de Slovyansk, neste sábado

"O mesmo grupo ocupou o prédio do SBU (serviço de segurança) em Slaviansk", disse a polícia regional de Donetsk em comunicado.

Mais autonomia

Nesta sexta-feira, O primeiro-ministro da Ucrânia, Arseniy Yatsenyuk, afirmou aos líderes rebeldes do país que tem o compromisso de permitir que as regiões do leste tenham mais poder autônomo, mas deixou claro como suas ideias diferem das demandas dos manifestantes, que ocupam prédios do governo regional ou defendem a anexação à Rússia.

A declaração aconteceu durante reunião do premiê com autoridades da região leste, em encontro realizado na cidade de Donetsk, e não incluiu representantes dos ativistas pró-Rússia. Eles pediram ao premiê que permita referendo sobre a autonomia de suas regiões, e não sobre a secessão.

"Não há separatistas entre nós", disse Gennady Kernes, prefeito da região de Kharkiv, onde manifestantes ocuparam um prédio do governo no início da semana.

Confira fotos da ocupação russa na Ucrânia:

* Com infortmações da Reuters

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.