Do Titanic ao avião desaparecido: Veja as buscas mais difíceis da história

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

O Titanic, encontrado 73 anos depois de afundar, e os túmulos de Cleópatra e Marco Antônio, ainda um mistério, estão na lista

No ano 31 a.C. em Roma, o general Marco Antônio concentrou seu Exército na costa oeste da Península Balcânica para enfrentar as tropas de Otávio em busca do controle total do império. O embate, conhecido como Batalha de Ácio, foi vencido por Otávio. Ao ver seu poder ruir e, acreditando nos rumores de que sua mulher, Cleópatra, havia sido morta, o general cometeu suicídio.

Busca pelo avião malaio: Navio capta mais dois sinais que podem ser da aeronave

Galeria de fotos: Saiba quais são os desastres aéreos mais misteriosos do mundo 

Sem se dar por vencida, a rainha egípcia até tentou conquistar Otávio, mas acabou sendo capturada sob planos de ser exibida, acorrentada, em um desfile triunfal para apresentar o novo líder romano. Para evitar a vergonha pública, Cleópatra também se matou.

Após a tragédia, que inspirou filmes e peças teatrais pelo mundo, a grande rainha foi sepultada junto de seu amado. Mas onde? Até agora, nem o arqueólogo Zahi Hawass e sua equipe, que retomaram as investigações em 2009, nem outros historiadores conseguiram responder a essa pergunta. Veja na lista a seguir outros mistérios mundiais que desafiam as investigações como o voo desaparecido da Malásia:  

Titanic: o supostamente 'inafundável' transatlântico de luxo submergiu no Atlântico após bater em iceberg, em 1912. Foto: Wikimedia CommonsTitanic: parecia que os destroços do navio jamais seriam encontrados quando foram descobertos em 1985, 73 anos após afundar. Foto: Reprodução/YoutubeGraal: suspeita-se que o cálice em que Jesus bebeu durante a Santa Ceia que antecedeu à sua crucificação tenha poderes divinos. Foto: Wikimedia CommonsGraal: no século 12, o escritor francês Chrétien de Troyes foi o primeiro a usar a lenda do cálice sagrado na literatura com a fábula do Rei Artur. Foto: Wikimedia CommonsCleópatra e Marco Antônio: a rainha egípcia cometeu suicídio após seu amante, em 31 a.C.. Mas o local onde os corpos foram sepultados é um mistério. Foto: Wikimedia CommonsCleópatra e Marco Antônio: novas buscas no Egito começaram em 2009 sob a liderança do arqueólogo Zahi Hawass, mas nada foi encontrado. Foto: Reprodução/YoutubeVoo 447 da Air France: a aeronave francesa caiu no Atlântico ao fazer a rota RJ-Paris, em 2009, com 228 a bordo. Foto: Wikimedia CommonsVoo 447 da Air France: a localização dos destroços foi um mistério por quase 2 anos, até serem encontrados no Oceano Atlântico. Foto: Reprodução/YoutubeAmelia Earhart: ela embarcou para o que seria o 1º voo ao redor do mundo em 1937. Foto: Reprodução/YoutubeVida extraterrestre: astrônomos estudam os céus e encontram novos planetas, mas não conseguem responder claramente se estamos sozinhos. Foto: Wikimedia CommonsAmelia Earhart: após completar 2/3 do voo, ela e Frederick Noonan desapareceram. Avião nunca foi encontrado. Foto: Wikimedia CommonsVida extraterrestre: entre os locais que promovem estudos sobre o assunto está o Centro Carl Sagan para Estudo da Vida no Universo. Foto: Reprodução/YoutubeJimmy Hoffa: é o apelido de James Riddle Hoffa, líder sindical norte-americano que desapareceu misteriosamente e nunca mais foi visto em 1975. Foto: Reprodução/YoutubeJimmy Hoffa: ele foi fazer um telefonema do lado de fora de um restaurante em Michigan e sumiu. O FBI nunca encontrou nenhum sinal dele. Foto: Reprodução/YoutubeAtlântida: no século 4 a.C., o filósofo Platão falou utopicamente sobre a existência de um império que teria se perdido 9 mil anos antes. Foto: Reprodução/YoutubeAtlântida: sem nunca comprovar a teoria filosófica, homens passaram a buscar o 'arquipélago' paradisíaco. Foto: Reprodução/Youtube7 cidades do ouro: foi como a viagem espanhola para explorar 'paraísos' na América ficou conhecida nos anos 1500. Foto: Reprodução/Youtube


compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas