Veja quais são as cidades-fantasma mais assustadoras do mundo

Por iG São Paulo

compartilhe

Tamanho do texto

Estão na lista vila da França que foi palco de massacre e cidade balneária da Argentina esvaziada após uma enorme inundação

Em 10 de junho de 1944, durante a 2ª Guerra Mundial (1939-1945), o vilarejo francês Oradour-sur-Glane foi palco de um dos massacres mais sangrentos do Exército nazista na Europa: 642 pessoas - 247 delas crianças - foram queimadas vivas ou fuziladas em um ato de barbárie. Mas ao contrário do que aconteceu com outras vilas também dizimadas pela violência, parte do local onde houve a tragédia mantém as marcas da violência intactas - e chega a receber até 300 mil turistas por ano.

Longe dali, na América do Sul, não foi a violência que esvaziou a cidade balneária de Epecuén, Argentina. A região localizada a 550 km da capital Buenos Aires recebia milhares de turistas até 1985, quando um inverno rigoroso e uma inundação deixaram o local submerso sob 10 metros de água. Os habitantes deixaram a cidade às pressas e desde 2009, quando a água começou a baixar, as ruínas criaram um visual digno de filme de terror. Confira essas e outras cidades abandonadas pelo mundo:

Kolmanskop, Namíbia: cidade fundada por alemães na época da exploração de diamantes ficou esquecida desde os anos 1950. Foto: Wikimedia CommonsKolmanskop, Namíbia: conhecida como Costa dos Esqueletos, o local tem ruínas cobertas por dunas de areia. Foto: Wikimedia CommonsPripyat, Ucrânia: com a explosão na usina nuclear de Chernobyl em 1986, os 50 mil habitantes deixaram o local às pressas. Foto: Reprodução/YoutubePripyat, Ucrânia: moradores deixaram a cidade em pouco tempo e deixaram vestígios do que foi o acidente nuclear. Foto: Reprodução/YoutubeSan Zhi, Taiwan: o que seria um resort futurista se transformou em ruína, graças ao enorme número de mortes na construção. Foto: Reprodução/YoutubeSan Zhi, Taiwan: as construções permanecem no local e se tornaram 'lembranças' do que poderia ter sido o resort. Foto: Reprodução/YoutubeOradour-sur-Glane, França: habitantes do vilarejo, incluindo crianças, foram massacrados pelo exército alemão na 2ª Guerra Mundial. Foto: Wikimedia CommonsOradour-sur-Glane, França: parte da cidade preservou destroços para homenagear os mortos. Outra área do local foi reconstruída. Foto: Wikimedia CommonsCraco, Itália: uma série de terremotos e deslizamentos em 1963 transformaram o local em cidade fantasma. Foto: Reprodução/YoutubeCraco, Itália: os mais de 2 mil habitantes tiveram de ser transferidos para o vale, em Craco Peschiera. Foto: Reprodução/YoutubeGunkanjima, Japão: a ilhota era habitata entre 1890 e 1974, mas com a saída de uma montadora da região, a área foi abandonada. Foto: Wikimedia CommonsGunkanjima, Japão: o local é conhecido como 'Ilha-barco' por causa de sua distribuição, que parece um navio. Foto: Wikimedia CommonsEpecuén, Argentina: o antigo balneário recebia turistas até 1985, quando a cidade ficou submersa após uma tempestade. Foto: Reprodução/YoutubeEpecuén, Argentina: após a tempestade de 1985, a cidade, que fica a 550 km de Buenos Aires, foi abandonada pelos moradores. Foto: Reprodução/YoutubeTawergha, Líbia: uma milícia esvaziou totalmente a cidade em outubro de 2011. Foto: Reprodução/YoutubeTawergha, Líbia: antes de ser esvaziada, a cidade tinha uma população de 24.223 habitantes em 2006. Foto: Reprodução/YoutubeHumberstone, Chile: o fechamento de várias fábricas na cidade, que é Patrimônio Mundial da Unesco, nos anos 1960 esvaziaram o local. Foto: Reprodução/YoutubeHumberstone, Chile: a cidade ficou conhecida por ter sido um importante centro de extração de nitrato no Atacama. Foto: Wikimedia CommonsFordlandia, Brasil: Henry Ford instalou uma fábrica da Ford na região na década de 1920. A cidade foi esvaziada após seu fechamento. Foto: Reprodução/YoutubeFordlandia, Brasil: no local há apenas ruínas que registram a época de ouro do extrativismo de borracha que atraiu a fábrica de automóveis. Foto: Reprodução/YoutubeFamagusta, Chipre: nos anos 1970, a cidade era o destino turístico número 1 do país, mas a invasão turca arruinou o local. Foto: Reprodução/YoutubeFamagusta, Chipre: como não foram feitos reparos por 34 anos, todos os edifícios estão caindo aos pedaços literalmente. Foto: Reprodução/YoutubeKadykchan, Rússia: a cidade foi uma das muitas que entrou em colapso após o fim da União Soviética. Foto: Wikimedia CommonsKadykchan, Rússia: moradores foram obrigados a se mudarem para ter acesso a serviços básicos, como água tratada e assistência médica. Foto: Wikimedia Commons


Leia tudo sobre: cidades fantasmasgaleria de fotosmundoargentinaafricaeuropabrasil

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas