Ataque foi realizado por quatro homens-bomba que morreram durante o ataque, informa o exército afegão

Reuters

Insurgentes do Taleban atacaram a sede da Comissão Eleitoral Independente (IEC, na sigla em inglês) em Cabul neste sábado, informaram a polícia e funcionários, em seu terceiro grande ataque na capital esta semana a fim de atrapalhar a eleição presidencial de 5 abril.

Um soldado do Exército Nacional Afegão, no centro, faz a segurança do candidato presidencial do Afeganistão e ex-chanceler Abdullah Abdullah
AP Photo/Massoud Hossaini
Um soldado do Exército Nacional Afegão, no centro, faz a segurança do candidato presidencial do Afeganistão e ex-chanceler Abdullah Abdullah

As forças de segurança afegãs combateram os militantes por cerca de cinco horas, enquanto funcionários da IEC e oito funcionários internacionais das Nações Unidas se abrigavam no interior da sede, disseram funcionários e fontes de segurança.

Leia também: Ataque do Taleban deixa nove mortos em hotel

Um general do exército afegão disse que o ataque foi realizado por quatro homens-bomba que morreram durante o ataque.

"A luta acabou. Os quatro terroristas foram mortos e uma equipe de pesquisa está na área", disse o comandante Qadamm Shah Shaheem, acrescentando que três membros das forças de segurança ficaram feridos na operação.

A escalada da violência em todo o país pode colocar em risco a credibilidade de uma eleição que marcará a primeira transferência democrática do poder no Afeganistão.

O ataque deste sábado foi o segundo esta semana atribuído aos radicais do Taleban e ocorreu a menos de 24 horas depois que militantes entrarem uma pousada usada por um grupo de ajuda dos EUA, deixando uma criança morta.

Cabul está em alto nível de alerta antes da eleição presidencial com insurgentes do Taliban ameaçando com uma série de assassinatos e bombardeios.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.