Ministério da Defesa afirma que decisão prejudica cooperação e alertou a França sobre uma atitude semelhante

Reuters

O Ministério da Defesa russo disse neste domingo que a decisão da Alemanha de suspender contatos militares por causa da anexação da Crimeia à Rússia irá prejudicar a cooperação, inclusive no Afeganistão, e alertou a França contra uma ação semelhante.

Leia mais: Tropas russas entram em base aérea ucraniana na Crimeia


À luz do embate diplomático ocidental com Moscou por causa da Ucrânia, a Alemanha freou todas as exportações de itens de defesa para a Rússia na sexta-feira.

O ministro da Defesa francês disse que irá se retirar de exercícios militares conjuntos, mas não fez comentários sobre exportações.

Leia mais: Presidente da Rússia completa anexação da Crimeia apesar de sanções do Ocidente

"Isto é negar todas as tendêndias positivas conquistadas nos últimos anos, incluindo a cooperação no Afeganistão... ao nosso ver, essa decisão não é construtiva", teria dito o vice-ministro russo da Defesa, Anatoly Antonov, a respeito do anúncio alemão, segundo a agência de notícias estatal RIA

Anotov disse que a Alemanha tomou sua decisão "sob pressão", insinuando que os Estados Unidos estão induzindo Paris e Berlim a adotar uma postura mais rígida com a Rússia.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.