Presidente chinês Xi Jinping assume papel de supervisão de reforma militar

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Cargo se soma a lista de entidades da qual Xi Jinping lidera. Ele defende a construção de um exército forte, diz a mídia estatal

Reuters

AP
Presidente chinês Xi Jinping, à esq., com o premiê Li Keqiang em congresso em Pequim, China (13/03)

O presidente chinês Xi Jinping assumiu um novo papel de supervisão de um grupo responsável por aprofundar a reforma militar, disse a mídia estatal neste sábado (15).

Esse novo cargo se soma a lista de entidades das quais Xi está tomando a responsabilidade em sua rápida consolidação no poder.

Xi já é o chefe das forças militares em seu papel de presidente da poderosa Comissão Central Militar.

A agência oficial de notícias Xinhua disse que Xi havia liderado a primeira reunião do novo grupo para aprofundar a reforma de defesa nacional e militar, na primeira menção do grupo pela mídia estatal.

Durante a reunião militar, Xi "destacou que a reforma militar do país deve ser orientada pelo objetivo de construir um exército forte", disse a Xinhua. O discurso de Xi, cheio de frases comunistas túrgidas, não deu detalhes de como a China vai modernizar suas forças armadas.

Janeiro: China designa presidente Xi como chefe da comissão de segurança nacional

Neste mês a China anunciou um grande aumento nos gastos militares em três anos, um forte sinal de que não está prestes a se afastar de sua assertividade crescente na Ásia, especialmente em águas disputadas.

Leia tudo sobre: MUNDOCHINAREFORMAMILIATAR

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas