Suicida explode bomba e mata mais de 40 pessoas no sul do Iraque

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Ninguém reclamou autoria pelo ataque, mas o vice-presidente do conselho provincial de Hilla, Aqeel al-Rubaie, acusou a Al Qaeda pela explosão do ônibus

Reuters

Um suicida dirigindo um micro-ônibus carregado com explosivos matou pelo menos 45 pessoas e feriu 157 neste domingo (09), na cidade iraquiana de Hilla, no sul do país, afirmaram a polícia e fontes de equipes médicas.

Engano: Militar explode grupo por engano durante treinamento em Bagdá

População passa por local de um ataque a bomba em Hilla, cerca de 95 quilômetros ao sul de Bagdá, no Iraque, neste domingo. Foto: APPopulação passa por local de um ataque a bomba em Hilla, cerca de 95 quilômetros ao sul de Bagdá, no Iraque, neste domingo. Foto: APPopulação passa por local de um ataque a bomba em Hilla, cerca de 95 quilômetros ao sul de Bagdá, no Iraque, neste domingo. Foto: APPopulação passa por local de um ataque a bomba em Hilla, cerca de 95 quilômetros ao sul de Bagdá, no Iraque, neste domingo. Foto: AP

Segundo a polícia, o homem se aproximou de um posto de checagem na entrada norte da cidade de maioria xiita e explodiu o veículo. Pelo menos 50 carros se incendiaram com os passageiros presos dentro e parte do complexo de verificação foi destruído, afirmou o policial.

Ninguém reclamou autoria pelo ataque, mas o vice-presidente do conselho provincial de Hilla, Aqeel al-Rubaie, acusou a Al Qaeda pela explosão do ônibus.

Rubaie disse que o governo recebeu informações de que agentes afiliados à Al Qaeda escondidos em uma área agrícola ao norte de Hilla estavam planejando um ataque.

"Temos evidência de que terroristas da Al Qaeda estão por trás do ataque suicida de hoje", afirmou Rubaie à Reuters.

Mais: Homônimos de Saddam Hussein sofrem com as comparações ao ex-líder

Insurgente sunitas vinculados à Al Qaeda retomaram terreno sobre o Iraque ao longo do ano passado, particularmente na província de Anbar, no oeste do país e que faz fronteira com a Síria.

O ataque deixou um rastro de destruição formado por escombros do posto de verificação e pedaços de veículos incendiados.

"Eu estava dentro da minha loja quando de repente uma explosão horrível me jogou para fora. Eu vi carros pegando fogo com as pessoas queimando dentro", disse Abu Nawar, dono de um quiosque feito com folhas de palmeiras que ficava próximo do local do ataque.

Leia tudo sobre: iraquebombaexplosãoal qaeda

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas