Líderes da União Europeia e o presidente norte-americano, Barack Obama, afirmam que referendo viola a constituição

O primeiro-ministro da península ucraniana da Crimeia defendeu decisão de manter referendo sobre se a região deveria unir-se à Rússia, afirmando neste sábado que ninguém pode cancelar a votação. Na quinta-feira, o parlamento da Crimeia, dominado por russos étnicos, votou pela união da península à Rússia e marcou um referendo para 16 de março , agravando a crise entre Ucrânia e Rússia.

O referendo: Crimeia, na Ucrânia, convoca referendo para aderir à Rússia

Entenda:  Saiba quais são os interesses da Rússia na região da Crimeia

O conflito começou no mês passado, com a derrubada do presidente Viktor Yanukovich, depois de protestos violentos em Kiev. Líderes da União Europeia e o presidente norte-americano, Barack Obama, afirmaram que o referendo é ilegítimo e que viola a constituição ucraniana.

Mas o primeiro-ministro regional da Crimeia, Sergei Aksyonov, afirmou que o governo local vai prosseguir com a realização do referendo. "Os deputados do Conselho Supremo da Crimeia decidiram de forma unânime cumprir a decisão do povo da Crimeia, eles votaram pelo referendo em 16 de março e ninguém poderá cancelá-lo", disse Aksyonov segundo a agência estatal russa de notícias Itar-Tass.

Ele afirmou que o referendo foi marcado tão rapidamente para "evitar provocações, uma vez que a situação na Ucrânia está muito tensa".

Putin: Houve golpe na Ucrânia e Rússia tem direito de usar a força se necessário

Kerry em Kiev: EUA preparam pacote de US$ 1 bilhão para ajudar a Ucrânia

Polônia

O ministro de Relações Exteriores da Polônia, Radoslaw Sikorski, afirmou que o país esvaziou seu consulado na península ucraniana da Crimeia. Sikorski afirmou na rede social Twitter: "Por causa da continuação dos distúrbios por forças russas, esvaziamos com relutância nosso consulado na Crimeia, Ucrânia."

O consulado está localizado em Sabastopol, que abriga a Frota do Mar Negro da Rússia e a Marinha da Ucrânia e onde tropas russas se dirigiram de caminhão e tomaram uma base de mísseis de defesa durante a noite.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.