Israel diz ter apreendido carregamento de foguetes do Irã para Gaza

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Militares israelenses dizem ter interceptado embarcação com foguetes fabricados na Síria e enviados pelo Irã a palestinos

Reuters

A Marinha israelense apreendeu nesta quarta-feira no Mar Vermelho uma embarcação que transportava dezenas de foguetes fabricados na Síria e despachados pelo Irã para os palestinos da Faixa de Gaza, segundo militares.

Historiador israelense: Palestinos rejeitam a solução de dois Estados

AP
Foto divulgada pelas Forças de Defesa de Israel mostra foguete em barco interceptado no Mar Vermelho

Infográfico: Saiba os principais fatos do conflito entre Israel e palestinos

Um porta-voz disse que o cargueiro Klos-C, de bandeira panamenha, foi abordado em águas internacionais, sem resistência dos 17 tripulantes, e que será levado nos próximos dias para o porto israelense de Eilat.

"Foi uma operação complexa e secreta", disse o tenente-coronel Peter Lerner sobre a apreensão, feita a 1,8 mil quilômetros de Israel.

De acordo com ele, havia a bordo dezenas de foguetes M302, uma arma que reforçaria significativamente o poder de fogo dos palestinos em Gaza, dando-lhes a capacidade de atingir o território de Israel a uma distância de quase 200 quilômetros da fronteira. Isso, segundo Lerner, deixaria "milhões de israelenses sob ameaça".

2013: Israel e palestinos estabelecem prazo de nove meses para alcançar acordo

A TV israelense mostrou militares, aparentemente fuzileiros navais, inspecionando um foguete no convés de um navio, ao lado de sacos de cimento com os dizeres "Fabricado em Israel", em inglês.

Lerner disse que os foguetes foram levados por via aérea da Síria para o Irã, de onde foram embarcados primeiro para o Iraque e depois para o Sudão. Se tivessem chegado à costa africana, provavelmente seriam contrabandeados para Gaza via Egito, por terra, segundo o porta-voz.

De acordo com Lerner, o Irã passou meses preparando esse envio. Lerner disse que os tripulantes eram de diversos países, e não se sabe em princípio se eles tinham conhecimento sobre o conteúdo da carga.

Leia tudo sobre: israelgazasíriairãhamasoriente médio

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas