'Tesouro' foi encontrado enquanto mulher passeava com cão. Moedas podem valer US$ 10 milhões (ao menos R$ 25 milhões)

Um casal da Califórnia, Estados Unidos, passeava com seu cachorro quando tropeçou em uma mina de ouro dos tempos modernos: US$ 10 milhões, cerca de R$ 25 milhões, em moedas de ouro raras enterradas à sombra de uma velha árvore.

Fortuna: Professora substituta é herdeira de US$ 7,4 milhões em moedas de ouro

Confira galeria com fotos das moedas históricas

2012: Tesouro do tempo das Cruzadas é descoberto em Israel

Quase todas as 1.427 moedas encontradas são datadas de 1847-1894, de acordo com David Hall, cofundador do Serviço de Classificação Profissional de Moedas de Santa Ana, que autentificou o material. O valor nominal das peças fica acima de US$ 27 mil, pelo menos R$ 63,2 mil, mas algumas são tão raras que especialistas em moedas dizem que poderiam conseguir até US$ 1 milhão (cerca de R$ 2,3 milhões) por cada.

Assista ao vídeo:

“Não gosto de dizer 'uma vez na vida' para nada, mas você jamais terá a oportunidade de segurar esse tipo de material, um tesouro como esse. Jamais”, disse Don Kagin, numismata –  especialista no estudo de moedas – que está representando o casal. “É como se eles tivessem encontrado o pote de ouro no final do arco-íris.”

Kagin diz pouco sobre o casal. Mas, de acordo com ele, as moedas foram encontradas ao longo de um caminho que o casal já fazia por anos. No dia em que encontrou as moedas, a mulher havia se inclinado para examinar uma velha lata enferrujada, revelada por erosão sob uma árvore.

As moedas, em denominações de $ 5, $ 10 e $ 20, foram armazenados mais ou menos em ordem cronológica, com peças de 1840 e 1850 em uma vasilha, e assim por diante. A maioria das moedas foi cunhada – processo que marca as moedas - em São Francisco, mas uma parte do ouro veio de longe, como da Geórgia.

*Com AP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.