Segunda nevasca em uma semana deixa pelo menos 23 mortos no Japão

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Tempestade deixou milhares de pessoas ilhadas. Precipitação chegou a mais de 1,1 metro de neve na Província de Yamanashi

Milhares de pessoas ficaram isoladas nesta terça-feira (18) no Japão, após a segunda tempestade de neve em uma semana, com o número de mortos chegando a pelo menos 23.

Sem eletricidade: Nevascas matam 12 no Japão e atrapalham fornecimento de energia

AP
Vizinhos usam máquina para remover neve após nevasca intensa, em Minamimakimura, cidade próxima a Tóquio (16/02)



Recorde: Maior nevasca dos últimos 20 anos deixa três mortos e 500 feridos no Japão

Os serviços ferroviários ficaram suspensos em algumas áreas depois da queda de mais de um metro de neve em parte da região central do Japão, na sexta-feira passada. Pela segunda semana consecutiva, houve acúmulo recorde de neve em Tóquio, o que prejudicou o tráfego aéreo e causou atrasos no trabalho das montadoras de automóveis.

Houve precipitação de mais de 1,1 metro de neve na prefeitura (província) de Yamanashi, na região central do Japão, o maior acúmulo em mais de um século de registros. Houve volumes menos expressivos em uma faixa do leste e nordeste. Em Tóquio, caíram 27 centímetros.

Até terça-feira, pelo menos 23 pessoas haviam morrido, incluindo algumas vitimadas por acidentes de trânsito ou atingidas por telhados que desabaram com a neve. Várias pessoas morreram dentro de veículos retidos na neve, aparentemente envenenadas por monóxido de carbono após deixarem os carros ligados para se aquecerem.

No auge da tempestade, milhares de casas ficaram sem energia, e centenas de voos foram cancelados. Rodovias e trens pararam, e alguns congestionamentos se prolongaram por vários dias.

A Toyota retomou na terça-feira a operação em três fábricas de automóveis na região central do Japão, após suspendê-las na véspera por causa de dificuldades na entrega de peças. A situação em outra fábrica da marca é incerta. Outras montadoras enfrentaram problema semelhantes.

Na vizinha Coreia do Sul, o peso da neve causou o desabamento de um imóvel na estância montanhosa de Gyeongju (sul), matando dez pessoas que participavam de uma festa universitária.

*Com informações da Reuters

Leia tudo sobre: japaomortesnevenevascatempestadeacumulo

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas