Homens ficam presos em mina abandonada na África do Sul

Por Reuters | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Equipes de resgate trabalham no local para retirar a pedra que bloqueia a passagem e liberar os cerca de 200 mineiros

Reuters

Onze pessoas de um grupo de pelo menos 30 mineiros sul-africanos ilegais presos em um poço de ouro abandonado perto de Johanesburgo foram trazidos para a superfície por equipes de resgate neste domingo, disse um porta-voz dos serviços de emergência.

AP
Equipes de resgate tentam desbloquear passagem em mina ilegal na África do Sul





Serviços de resgate da África do Sul estão tentando alcançar mais de 200 mineiros ilegais que estão presos no subsolo de uma mina de ouro abandonada em um subúrbio ao leste de Johanesburgo, disse Vermaak, mais cedo.

Ele afirmou que as equipes de resgate estão se comunicando com um grupo de cerca de 30 mineiros presos por rochas que caíram abaixo da superfície na antiga mina em Benoni. "Eles nos disseram que há cerca de 200 outros mineiros presos mais abaixo", afirmou Vermaak.

"É uma mina abandonada no meio da savana pública (campo aberto)... não era uma área fechada ao público"," ele acrescentou.

A mineração ilegal de minas abandonadas é comum na África do Sul, onde mineiros informais escavam minério para vender, vivendo frequentemente debaixo da terra em condições perigosas e precárias.

Acidentes fatais são comuns e batalhas subterrâneas entre grupos rivais também já foram relatadas.

Leia tudo sobre: áfrica do sulmineiros

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas