Ativistas usam máscaras de Snowden, Dilma e Obama em manifestação a favor de autor de denúncias sobre espionagem

Ativistas entregaram ao Ministério de Relações Exteriores do Brasil uma petição assinada por 1,1 milhão de pessoas reivindicando que o País conceda asilo a Edward Snowden , ex-prestador de serviços da Agência Nacional de Segurança que vazou documentos sobre programas de espionagem online e por telefone dos EUA.

Avaaz: Campanha coleta assinaturas por asilo a Edward Snowden no Brasil

Dezembro: Snowden diz que aceitaria viver no Brasil

Janeiro: Parlamentares noruegueses indicam Snowden para Nobel da Paz

As assinaturas foram entregues nesta quinta-feira por um grupo de cerca de 30 pessoas, algumas delas usando máscaras retratando Snowden, a presidente brasileira, Dilma Rousseff , e o presidente dos EUA, Barack Obama, ao chefe da assessoria especial de assuntos parlamentares do Itamaraty, Pedro Borio.

A manifestação foi organizada pela organização civil global Avaaz, que usa a internet para mobilizar apoio a questões políticas.

Medida: Obama anuncia limites a programas de espionagem dos EUA

No ano passado, Snowden revelou que os EUA coletaram bilhões de dados de conversas por telefone e email do Brasil, incluindo as comunicações de Dilma com seus assessores.

Relembre: Presidente Dilma foi alvo de espionagem dos EUA

O coordenador da Avaaz Brazil, Michael Freitas, diz que "conceder o asilo a Snowden seria um grande gesto de liderança". A Rússia concedou um asilo temporário a Snowden no ano passado , que deve vencer em agosto deste ano.

*Com AP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.